COMUNICADO DA ADESQUE.

A CONCENTRAÇÃO DE MÁQUINAS E VEÍCULOS SERÁ EM FRENTE À SACHET NA AVENIDA NORTE.

DIACOLONO

Em função da preparação para o desfile dos participantes do Dia do Colono e Motorista neste próximo domingo, a concentração no local de partida acontece desde as 8 horas do dia 27 para que o início seja pontualmente 9:00 horas.

 

EX-SECRETÁRIO VOLTA À CUIABÁ PARA AUDIÊNCIA.

EDER

DA REDAÇÃO

O ex-secretário de Estado Eder Moraes desembarcou no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, por volta das 18 horas desta quarta-feira (23).

Ele veio de Brasília, em um voo da TAM, escoltado por agentes da Polícia Federal.

Detido desde o último dia 20 de maio do Presídio da Papuda (DF), ele precisou aguardar todos os passageiros do voo descerem. Só então, algemado, recebeu permissão para desembarcar.

Assim que desceu da escada do avião, mais agentes da PF o aguardavam. Três viaturas da Polícia Federal estavam à beira da pista. Ele foi conduzido até uma delas.

Aparentemente mais magro, ele vestia uma camisa pólo com listras azuis e brancas. Para disfarçar as algemas, ele usou uma jaqueta nos braços.

Ao sair do Aeroporto Marechal Rondon, ele foi conduzido para a carceragem da Polinter, em Cuiabá, onde passará a noite.

Nesta quinta-feira, ele participará de uma audiência na Justiça Federal, conduzida pelo juiz Jefferson Schneider, da 5ª Vara em Mato Grosso.

Eder, sua esposa Laura Tereza Dias; o ex-gerente do BIC Banco Luiz Carlos Cuzziol; e o ex-secretário da Sefaz Vivaldo Lopes são réus, acusados de participar de um esquema de lavagem de dinheiro.

Ele são investigados pela Operação Ararath, deflagrada pela Polícia Federal no ano passado. (MÍDIA NEWS).

TEMPORAL EM RONDONÓPOLIS DEIXA ESTRAGOS E FERIDOS.

EG_0yqu2vjrzh3yiyifgeafohc4pucrc5omlnaggz7lclvgphv7 EG_ltvsndjxrgkzev2gfdtdpqqsgjqsrisvhojxpweuofsjpqia EG_vjdewkrgtkct3bj6tgkehkhuebcrketoxw3aiup46idhkmhg

SÓNOTÍCIAS

O vento forte causou prejuízos para empresas e assustou os moradores, ontem à noite. As áreas mais atingidas foram a Vila Aurora e centro. Em um supermercado, parte do telhado que abrigava setores da padaria, açougue e hortifrutigranjeiros, caiu. Clientes correram com medo de serem atingidos. Uma acabou machucando a perna e outra um corte na cabeça Em outros dois supermercados houve pequenos danos no telhado mas ninguém ficou ferido.

Garagens de revenda de veículos, farmácias, posto de combustível, loja de materiais de construção também tiveram danos. Um poste caiu e o vento também tirou do pátio de uma empresa uma a estrutura de piscina que ficou na rua. Vidros da prefeitura foram quebrados. Não foi preciso suspender o atendimento ao público.

Ivo de Barros tem um estacionamento em frente à prefeitura e estima um prejuízo de R$ 4 mil com o telhado arrancado. “Se fosse mais cedo acho que poderia ter sido pior já que haveriam carros estacionados aqui dentro”, disse.

O jornalista Hevandro Peres Soares que está desabrigado, já que o apartamento onde aluga ficou destruído com a ventania. “Foi uma cena horrível. Aconteceu muito rápido, eu estava dormindo e minha esposa estava na sala quando escutamos um estrondo. Ela correu e veio para o quarto, foi quando vimos o teto rachar sobre nossas cabeças”, disse, ao Agora MT.

 

SENADOR POR MT E LÍDER NAS PESQUISAS DESISTE DE VAGA.

Jayme alega deslealdade dentro do grupo

Sem citar nomes, senador democrata explicou por meio de nota os motivos de sua decisão. No texto, garantiu não guardar mágoas ou ressentimentos

Jayme Campos vinha liderando as pesquisas à única vaga disponível no Senado para Mato Grosso

KAMILA ARRUDA
Da Reportagem

O principal motivo que levou o senador Jayme Campos (DEM) a desistir de disputar a reeleição em outubro foi a “deslealdade” de algumas lideranças do grupo oposicionista. É o que o democrata afirma em uma nota divulgada na tarde desta terça-feira (22) para oficializar sua decisão.

Para o senador, alguns de seus antigos companheiros no processo eleitoral deste ano “não agiram de forma ética e não se comportaram como aliados”, diz, garantindo sempre ter se pautado no princípio da lealdade, não vendo, no entanto, reciprocidade de seu grupo.

“Sempre fiz política valorizando os companheiros. E foi desta forma que me empenhei para consolidar a composição política em torno do nome do senador Pedro Taques (PDT) como candidato ao governo do Estado e também dos nossos candidatos a deputado estadual e federal. Mas, dentro desse arco de aliança, infelizmente, a recíproca não foi verdadeira”, revelou o democrata.

A “deslealdade” à qual o senador se refere no texto estaria ligada, especialmente, ao grupo do prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), dentro do bloco de oposição.

Mesmo antes da decisão, Jayme sempre reclamou que o grupo do prefeito estaria apoiando a candidatura ao Senado de seu principal adversário nesta eleição, o deputado federal Wellington Fagundes (PR). O próprio republicano teria feito esta afirmação assim que foi oficializado como postulante ao cargo.

O prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz (PPS), também teria manifestado preferência pela candidatura republicana. Ambos fazem parte da coligação ‘Coragem e Atitude para Mudar’, da qual Jayme era o candidato.

O apoio a Fagundes estaria condicionado ao fortalecimento da candidatura a deputado federal do ex-secretário de Governo de Cuiabá, Fábio Garcia (PSB), nos polos em que o republicano tem base eleitoral.

O “acordão” teria ficado nítido durante o lançamento da candidatura de Garcia na noite desta segunda-feira (21). Na oportunidade, a equipe de Jayme teria sido impedida de expor o material de campanha do democrata no espaço.

Em sua nota, Jayme não confirmou as informações de bastidores, mas se disse “desconfortável” dentro do grupo. “Diante dessa situação incômoda, e apesar de liderar com folga todas as pesquisas de intenções de votos, o bom-senso indicava a necessidade de reavaliar o projeto de disputar a reeleição”, escreveu.

Apesar disso, o senador sustenta não guardar mágoas. “Continuarei trabalhando por Mato Grosso, concluindo de forma honrosa o mandato de senador que me foi conferido por 781.182 eleitores (61,16%). E sempre estarei à disposição do meu partido e da população”.

Jayme Campos não deu nenhuma sinalização de qual será o seu futuro político daqui para frente. Seu mandato como senador termina no final deste ano.(DIÁRIO DE CUIABÁ).

FUTURO! ENTRAR NUMA LOJA, CLICAR NO PRODUTO E BUSCAR A COMPRA EMBALADA NA SAÍDA?

NA COREIA JÁ É POSSÍVEL!

10342769_677842445603794_6848905937909569964_n

A gente nem percebe o quanto avança a tecnologia. Em pouco tempo nos deparamos com invenções que impressionam, como as que você verá neste post.

A primeira loja física virtual do mundo funciona na Coreia. Todas as prateleiras são telas de LCD touch. O usuário escolhe os itens desejados e se dirige ao balcão, para pagar e pegar suas compras embaladas.

ENCONTRE SEU CANDIDATO NO TOQUE DO TELEFONE.

Aplicativo Candidaturas desenvolvido pelo TSE

Eleições 2014: TSE lança aplicativo para divulgação de candidaturas

Com o objetivo de ampliar o leque de serviços oferecidos e melhorar a experiência dos usuários de dispositivos móveis –smartphones e tablets – a Justiça Eleitoral lançou um aplicativo que permite a visualização dos candidatos que concorrem as Eleições Gerais de 2014, por cargo e unidade da Federação. Os programas para plataforma Android e iOS poderão ser baixados gratuitamente nas lojas Google Play e Apple Store.

Por meio do aplicativo, os eleitores e demais interessados poderão acessar as seguintes informações: nome completo do candidato, nome escolhido para urna, número, situação do registro de candidatura, cargo, partido, coligação e, ainda, o linkpara o site do candidato.  Todas essas informações são obtidas diretamente das bases de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que são atualizadas diariamente.

A ferramenta virtual foi desenvolvida com a finalidade de possibilitar uma experiência de uso mais adequada aos usuários que utilizam dispositivos móveis para acessar os portais de internet do TSE e dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), seja por meio de conexão 3G ou de rede sem fio (Wi-Fi). E para atender a esse público crescente de usuários, a Justiça Eleitoral pretende disponibilizar, em 2014, uma série de serviços para dispositivos móveis.

Vale lembrar que no portal do Tribunal Superior Eleitoral (www.tse.jus.br), é possível obter as informações completas dos registros de candidaturas em todo o Brasil por meio do sistema de divulgação de candidaturas, o DivulgaCand.