COMUNICAÇÃO

PORTAL QUERÊNCIA HOJE EM NOVO ENDEREÇO NA REDE. WWW.PORTALQUERENCIAHOJE.WORDPRESS.COM

cropped-cropped-logoquerenciahoje-1.jpg

COMUNICADO: PARA VOCÊ QUE HÁ 12 ANOS NOS PRESTIGIA COM SUA VISITA, INFORMAMOS QUE JÁ ESTAMOS EM NOVO ENDEREÇO E QUEREMOS MUITO QUE VOCÊ E SUA FAMÍLIA CONTINUE SABENDO O QUE DE MELHOR ACONTECE NESSA CIDADE QUE NOS ACOLHE E QUE É NASCEDOURO DE BOAS NOTÍCIAS EM VÁRIOS SETORES.

PARA VISITAR A NOVA PÁGINA CLIQUE AQUI E MAIS UMA VEZ, SUPEROBRIGADO PELA HONRA DA SUA VISITA.

ARAGUAIA

EXPEDIÇÃO REÚNE ESPECIALISTAS NO ARAGUAIA E VISITAM CANARANA, XAVANTINA E QUERÊNCIA.

Expedição reúne indígenas, agricultores e especialistas de todo Brasil para troca de experiências no Mato Grosso

Expedição

Foto: Tui Anandi/ISA

Trabalho pioneiro de restauração ecológica e Rede de Sementes do Xingu é destaque em evento.

Percorrer os caminhos das sementes até as árvores que restauram áreas degradadas do Cerrado e Amazônia brasileira é a proposta da 3ª Expedição da Restauração Ecológica e da Rede de Semente do Xingu, organizada pelo Instituto Socioambiental (ISA) e Associação Rede de Sementes do Xingu (ARSX). A jornada de quatro dias irá acontecer entre 27 e 30 de setembro de 2018, partindo de Canarana (MT), e irá reunir cerca de 120 pessoas de todo o país.

Com dois focos distintos, essa edição vai fazer trajetos diferenciados para abranger os diversos aspectos da cadeia produtiva de sementes. Os grupos irão se encontrar no ponto de partida e chegada enriquecendo a troca de experiências entre os participantes.

O grupo com foco na produção de sementes irá conhecer duas diferentes áreas de coleta, a de um assentamento rural e a da aldeia indígena do povo Xavante. Também terão a experiência de saber como os coletores beneficiam as sementes, onde e como são armazenadas e o trabalho de qualidade realizado na Universidade Estadual do Mato Grosso (Unemat), em Nova Xavantina.

Já os interessados na restauração florestal visitarão áreas em processo de restauração, entre 1 e 12 anos de idade, na cidade de Canarana e Querência. Os plantios foram realizados via semeadura direta por meio da técnica conhecida como “Muvuca” com sementes fornecidas pela ARSX em parceria com o ISA.

O último momento da programação conta com a interação dos dois enfoques em um dia de visita e plantio na Fazenda Rancho 60, do grupo Agropecuária Fazenda Brasil (AFB), em Bom Jesus do Araguaia. ¨Será o momento de fazermos juntos uma muvuca de sementes para consagrar essa muvuca de pessoas que estão interessadas no trabalho que tem sido desenvolvido aqui na região¨, pontua Rodrigo Junqueira, do Conselho Curador da ARSX e coordenador do programa Xingu, do ISA. ¨Ao colocar a mão na massa os participantes estarão semeando a floresta do futuro em um ato simbólico para dar mais força e assim continuarmos a semear e a recompor vegetações nativas Brasil afora¨.

Para Bruna Ferreira, diretora da ARSX, é importante  divulgar o trabalho  que vem sendo realizado há 11 anos com quase 600 coletores no Mato Grosso, nas bacias do Xingu e Araguaia. ¨Somos a prova de que é possível gerar renda com a floresta em pé ao mesmo tempo que valorizamos o trabalho em rede, os saberes de assentados, indígenas e urbanos que cumprem a missão de preservar a floresta e o cerrado, ajudando a garantir assim água para todos.¨

Eduardo Malta, coordenador técnico de restauração florestal do ISA, aponta também que a expedição é um momento único em que vários atores podem se alinhar e assim ajudar a estruturar a cadeia da restauração.¨A partir da relação de confiança que é criada entre os setores envolvidos é possível realizar as primeiras movimentações de padronização de procedimentos que facilitarão a entrada de novos atores nessa cadeia, algo novo e com grande potencial de crescimento no Brasil.¨

Serviço

3ª Expedição da Restauração Ecológica e da Rede de Semente do Xingu

Quando: 27 a 30 de setembro de 2018

Onde: Canarana (MT)

 

IDEB 2017

EDUCAÇÃO: O AVANÇO DO IDEB DE QUERÊNCIA É DESTAQUE NO ARAGUAIA.

O INEP divulgou nesta segunda, os resultados do IDEB 2017. O município de Querência melhora seus índices em todas as escolas avaliadas.

Nos anos iniciais a pontuação subiu de 5.6 para 6.0 em 2017.

Nos anos finais a melhora foi de 4.6 para 5.3

De acordo com a Secretária de Educação Rosita Maria Hahn, o avanço é resultado da soma de vários fatores: professores comprometidos, gestores empenhados e o trabalho de formação continuada implementada pelas Secretarias municipal e estadual de educação.

A avaliação municipal de desempenho dos alunos, também serve de base para diagnosticar os desafios e orientar o trabalho a ser executado.

Esse resultado  só aumenta a motivação da equipe para continuar trabalhando com foco na aprendizagem dos alunos.

Sobre o IBEB Assessora Pedagógica, Gláucia Galvão complementou dizendo:

“Muito orgulhosa com o resultado do IDEB! Sei que ele por si só não revela todos os desafios que encontramos no processo de ensino-aprendizagem, mas é uma ferramenta importante para medir os índices e avanços de nossas escolas.
Parabéns à todos os professores e equipe gestoras de nossas escolas pelo mérito alcançado!!! É motivador ver que o Município progrediu em todas as etapas e modalidades!”

anosiniciais

anosfinais

CONSELHOS MUNICIPAIS

QUERÊNCIA, CONSELHOS E VOCÊ.

Controle Social e Fortalecimento de Conselhos: Por Luciana Marcolino.

conselhos
O controle social garante a participação da sociedade na elaboração de propostas e avaliação das políticas públicas. Significa que os governantes e gestores da saúde, educação, agricultura e outras áreas que impactam diariamente na nossa vida tem o dever de compartilhar a decisão sobre os rumos da cidade, estado e até mesmo do país com a sociedade.
E como é possível exercer este controle? Através dos Conselhos Municipais de Direitos.
Estes conselhos reúnem diversos segmentos da sociedade para fiscalizar a ação dos governantes e seus gestores além de propor novas formas de atuar, ou seja, novas políticas públicas ou mudanças na forma de operacionalizá-las, mudar a forma de como fazer acontecer.
Existem conselhos para diferentes áreas de atuação do poder público: educação, meio ambiente, saúde, criança e adolescente, assistência social, idoso, mulher, merenda escolar, habitação, agricultura, fundos de arrecadação e de apoio as mais diversas atividades, entre outros. No entanto a sociedade não está muito animada com a possibilidade de participar das decisões de seus governantes, seja por falta de conhecimento ou por conselhos enfraquecidos. A sociedade de forma geral ainda não está convencida do poder que os conselhos tem para mudanças positivas e estes importantes espaços muitas vezes passam por dificuldades no momento de nomear seus representantes ou mesmo de ter quórum suficiente para as reuniões.

Para os governantes e gestores, possuir conselhos fortalecidos e participativos significa ter um grupo de aliados no dia a dia da gestão e a aprovação futura de suas contas em órgãos de fiscalização. A cidade que apoia e promove os seus conselhos realiza uma gestão mais justa e que promove o desenvolvimento de forma integral.

O município de Querência está convencido da importância dos conselhos municipais. Com o apoio da prefeitura municipal e do Grupo de Trabalho Assistência Social e Saúde fomentando pelo Projeto Potencializa, os presidentes dos conselhos se mobilizaram para dialogar sobre ações que fortaleçam os conselhos municipais além de dar publicidade às suas ações e abrangência, contribuindo para incluir a sociedade no movimento participativo de melhoria na gestão das políticas públicas.

Dentre as ações encaminhadas para o fortalecimento dos conselhos em Querência estão: fazer campanhas publicitárias com formação e informação sobre os conselhos e dar publicidade, nos canais de comunicação da prefeitura de Querência e imprensa local, sobre os conselhos municipais. Além das campanhas de divulgação, os conselhos também terão apoio de estrutura para as suas reuniões, relatoria e arquivo de documentos.

E você, sabe quais os conselhos mais se aproximam da sua vida e de sua família? Conhece os conselheiros que representam você e os demais cidadãos nos conselhos municipais?

Luciana Marcolino – Agente Projeto Potencializa e moradora de Querência.