Sem-categoria

PARAGOMINAS ADOTA MEDIDAS PARA SAIR DA LISTA DO DESMATAMENTO.

pa27_501.png

Paragominas no Pará.

Gisele Teixeira

Paragominas, no Pará, é o primeiro município da região amazônica a adotar ações concretas para monitoramento e controle dos desmatamentos. Incluído na lista dos 36 municípios prioritários para ações de controle dos desmatamentos, tanto pela média histórica dos últimos 20 anos como pelos índices dos últimos três anos, Paragominas quer tornar-se agora a primeira cidade verde da região.

O município firmou um pacto com a Secretaria Estadual e Meio Ambiente do Pará, tendo como co-signatários o Ministério de Meio Ambiente e diversos setores da sociedade para elaborar um Plano de Prevenção e Combate ao Desmatamento que prevê: cadastro ambiental rural de propriedades; monitoramento estratégico do desmatamento; realização dos estudos para o zoneamento ecológico-econômico; indicação de alternativas para o uso do solo e implementação de políticas de reflorestamento.

De acordo com a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, outras prefeituras já sinalizaram nessa linha. “A iniciativa de Paragominas é muito positiva e mostra que quando você não recua para combater o erro, as pessoas vêm para a agenda do certo”, destaca. A ministra adiantou que o conjunto do governo trabalha em um plano de maior abrangência para apoiar técnica e politicamente todos os municípios que queiram sair da lista.

O início do trabalho foi selado esta semana com a assinatura de um Termo de Cooperação Técnica entre o município e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), com a presença do diretor de Articulação de Ações para a Amazônia no MMA, André Lima. “A idéia é que Paragominas funcione como projeto-piloto e pode ser um exemplo de convencimento aos demais”, destaca.

O apoio para que os 36 municípios prioritários para prevenção e controle dos desmatamentos na Amazônia saiam da lista faz parte de um pacote de ações do governo federal para reduzir tendência de desmatamento, detectada no segundo semestre de 2007. As medidas incluem o recadastramento dos produtores rurais, a restrição de acesso ao crédito para aqueles que não cumprirem as normas ambientais e o embargo das propriedades onde for detectado desmatamento ilegal. “Tudo está planejado para que possa acontecer com o tempo e o sentido de urgência necessário que temos para fazer com que o desmatamento caia também em 2008”, segundo a ministra.

Sem-categoria

DIA DA MULHER EM QUERÊNCIA COM DESCONTRAÇÃO E HOMENAGENS

Um animado e disputado evento marcou o Dia Internacional da Mulher no município de Querência no sábado 8 de Março.

 Além do caquetel e de gincanas, a noite foi marcada por prêmios e homenagens para representantes de várias áreas de atividades profissionais na cidade.

Inicialmente a Primeira Dama Roseli Zang Gorgen, num encontro com as mães dos alunos do Programa PETI.
Foi feita também uma reunião de rotina e a celebração para realizar uma homenagem para o dia Internacional da Mulher.

Entre outras foram homenageadas  a Gary Abadia Mariana Alves e a Secretaria Municipal de Educação Sra. Janet Elizabeth Thomas.

Roseli Gorgen agradeceu a presença significativa de cerca de 200 pessoas ao evento e lamentou a impossibilidade de poder receber um número maior de pessoas já que o espaço da Ação Social era limitado e promete uma solução mais confortável em outros eventos.

Acompanhe alguns momentos da grande festa do Dia Internacional da Mulher

dia_internacional_da_mulher_2008_036.jpg

dia_internacional_da_mulher_2008_037.jpg

dia_internacional_da_mulher_2008_096.jpg

dia_internacional_da_mulher_2008_102.jpg

dia_internacional_da_mulher_2008_110.jpg

dia_internacional_da_mulher_2008_124.jpg

dia_internacional_da_mulher_2008_132.jpg
 
 

Sem-categoria

COQUETEL E HOMENAGENS MARCAM O DIA DA MULHER EM QUERÊNCIA.

Coquetel em comemoração ao

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

 A Secretaria Municipal de Assistência Social juntamente com a Associação Ovelinhas de Jesus, estão programando um coquetel para comemorar o Dia Internacional da mulher. O coquetel será realizado no dia 08 de Março, nas dependências da Secretaria de Ação Social ás 19:00h.

Haverá palestras, brincadeiras e sorteio de brindes. Com certeza uma programação super especial para as mulheres Querencianas. As fichas para o coquetel estão sendo vendidas na Secretaria e na Associação Ovelinhas de Jesus.

Da Redação.

Sem-categoria

VAI COMEÇAR O CADASTRAMENTO DO INCRA E QUERÊNCIA DEVE TER ESCRITÓRIO NA CIDADE.

Presidente do Incra dá início a ação em MT

O Incra inicia na segunda-feira os trabalhos de recadastramento das propriedades rurais localizadas nos 36 municípios devastadores da Amazônia com a presença do presidente do órgão, Holf Hackbart, em Mato Grosso, que vem especialmente para a ação. Esta é a segunda viagem da autoridade ao Estado em pouco mais de 30 dias.

Hackbart visitará a sede do Incra na Capital. Dezenove cidades mato-grossenses, incluídas na lista do Ministério do Meio Ambiente, terão escritórios do Incra para atender os proprietários rurais até o dia 2 de abril. Oitenta servidores contratados e redirecionados de outros lugares do país realizarão os recadastramentos.

Segundo o Incra, serão 7.521 imóveis rurais correspondentes a 75% da área cadastrada na região. Os documentos exigidos são peças técnicas, como plantas e memoriais descritivos com a correta localização geográfica do imóvel, com imagens georeferenciadas, e formulários com dados referentes à área, situação jurídica e exploração do imóvel.

A exigência do recadastramento partiu de um decreto federal publicado depois que o MMA detectou uma tendência de crescimento do desmatamento na Floresta Amazônica no último semestre de 2007. No topo da lista dos 36 municípios responsáveis por 50% do desmate do bioma amazônico entre outubro e dezembro estava Marcelândia, no norte de Mato Grosso.

O governo do Estado contestou os dados afirmando que aqueles utilizados pelo MMA para detectar a derrubada ilegal na região eram provenientes de imagens de satélite de baixa resolução, o que apontaria um grande contraste com as informações de alta resolução do Sistema Alerta de Desmatamento (SAD).