Sem-categoria

DICAS DE SEGURANÇA PARA O FERIADÃO DE FINADOS NO ESTADO

Ministério da Justiça

Departamento de Polícia Rodoviária Federal

2ª Superintendência Regional – Mato Grosso

Núcleo de Comunicação Social

Operação Finados 2009

 A 2ª Superintendência de Polícia Rodoviária Federal – MT, conforme determinação da Coordenação Geral de Operações, que estabelece as diretrizes operacionais da Polícia Rodoviária Federal, dará início à OPERAÇÃO FINADOS 2009

O objetivo é implementar reforço de policiamento e fiscalização nas rodovias federais, visando atender às demandas da segurança do trânsito e de segurança pública no período, à partir da 0h00 do dia 30 de outubro até às 24h00 do dia 02 de novembro de 2009.

No decorrer da operação será intensificada a fiscalização com realização de comandos (blitz) nas rodovias federais do estado.

 Além dos policiais de plantão nos postos, policiais lotados em atividades administrativas serão deslocados para as rodovias.

Durante a operação será fiscalizada a documentação de veículos e condutores, os equipamentos obrigatórios e o estado de conservação dos veículos e, acima de tudo, o comportamento do motorista na rodovia.

Será observada a velocidade praticada na via com o uso de radares, bem como as ultrapassagens indevidas. O cumprimento da Lei Seca também será fiscalizado com o uso de etilômetros (bafômetro).

Os policiais estarão atentos também quanto ao porte ilegal de armas, de drogas ilícitas e a exploração infanto-juvenil.

A Polícia Rodoviária Federal pede a todos que forem viajar neste período para dirigir com cautela e prudência, devendo os motoristas redobrar a atenção, mantendo uma distância segura do veículo à frente durante o deslocamento, não utilizar o pisca-alerta com o veículo em movimento e evitar viajar fadigado, sob efeito de bebida alcoólica e se possível, viajar durante o dia.

 DICAS DA POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL:

  • Cinto de segurança. É obrigatório o uso do cinto de segurança para o condutor e passageiros, em todas as vias do território nacional. Portanto, a Polícia Rodoviária Federal não perdoará aqueles que estiverem trafegando nas rodovias federais sem o uso do dispositivo. O condutor será autuado. Trafegar sem o cinto de segurança é uma infração GRAVE. Como medida administrativa, veículo ficará retido até a colocação do cinto pelo infrator. Não será permitido que o número de ocupantes no veículo ultrapasse a quantidade de cintos de segurança por pessoa.
  • Manter os componentes mecânicos e elétricos do veículo em boas condições de uso. Além de obrigatórios, macaco, triângulo, pneu de estepe e chave de fenda, são fundamentais para os deslocamentos. Revise o veículo mesmo para viagens curtas, com atenção especial para itens como freios, pneus, parte elétrica e direção. Cuidado redobrado com os limpadores de pára-brisa e pneus, devido à possibilidade de chuvas no período.
  • Distância de segurança dos outros veículos. Em condições normais (pista boa, velocidade de 80 km/h) recomenda-se manter uma distância média de 20 metros do veículo à frente. Nas vias de baixa velocidade ou nas aproximações para ultrapassagem, respeite a distância mínima de 5 metros. Na ultrapassagem de motociclistas, nunca se aproximar a menos de 2 metros. A distância lateral para ultrapassar ciclista deve ser de 1,5 m no mínimo.
  • Ultrapassagens indevidas. Não ultrapasse pela direita nem pelo acostamento. Redobre a atenção em pontes, viadutos e curvas e fique atento aos outros veículos. Antes de ultrapassar, tenha certeza de que as condições são favoráveis.
  • Descanso a cada 3 horas. Pare a cada 3 horas. O motorista que se expõe a muitas horas no volante, fica sujeito ao fenômeno da “hipnose rodoviária”, na qual se mantém de olhos abertos, mas sem percepção da realidade à sua volta. Ela vem acompanhada de sonolência, perda de reflexos e de força motora;
  • Não ingerir bebida alcoólica. Dirigir sob a influência de álcool em nível superior a seis decigramas por litro de sangue provoca diminuição da noção do risco, levando o motorista a cometer imprudências;
  • A qualquer hora e em qualquer rodovia federal do Brasil, caso precise de apoio, acione a Polícia Rodoviária Federal por meio do telefone 191. A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer tipo de aparelho telefônico.

 

 

PERIODO DE RESTRIÇÃO

 

Durante o período da operação haverá restrições para veículos articulados (bi-trens, rodotrens, treminhões) e para veículos portadores de Autorização Especial de Trânsito – AET (cegonhas, pranchas, etc) que devido ao excesso em suas dimensões não poderão transitar em dois horários.

  • 30/10/2009 (sexta-feira) das 16h00 às 22h00;

  • 02/11/2009 (segunda-feira) das 16h00 às 22h00;

 

 

PRINCIPAIS CAUSAS DE ACIDENTES NAS RODOVIAS FEDERAIS

 

1 – Falta de atenção: 35,80% dos acidentes;

2 – Velocidade incompatível: 2,07% dos acidentes;

3 – Não guardar distância de segurança: 7,41% dos acidentes;

4 – Desobediência à sinalização: 1,58% dos acidentes;

5 – Defeito mecânico em veículo: 7,86% dos acidentes;

6 – Ultrapassagem indevida: 4,17% dos acidentes;

7 – Defeito na via: 4,17% dos acidentes;

8 – Sonolência: 2,86% dos acidentes;

9 – Ingestão de Álcool: 1,83% dos acidentes;

10- Animais na Pista: 3,44% dos acidentes;

11- Outros: 27,15% dos acidentes;

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s