Sem-categoria

CNT DIVULGA PESQUISA DAS ESTRADAS 2009 – CONFIRA A SITUAÇÃO DE MT.

82.3% DAS ESTRADAS ASFALTADAS DO MATO GROSSO ESTÃO ENTRE

REGULAR E RUIM

estradas

A rodovia é o principal sistema de transporte utilizado no país para o deslocamento de mercadorias e pessoas, promovendo a integração econômica entre regiões e trazendo grandes benefícios para a sociedade. Assim, é imprescindível que essa infraestrutura se mantenha em situação adequada, pois as deficiências nas rodovias interferem diretamente nos custos operacionais dos veículos, elevando os preços dos produtos e serviços comercializados.

Além disso, sob ponto de vista ambiental, rodovias de baixa qualidade geram impacto negativo ao fazerem com que os veículos consumam mais combustíveis e, consequentemente, emitam maiores quantidades de poluentes.

Mais uma vez a CNT, com o apoio do SEST/SENAT, mostra à sociedade, ao setor produtivo e ao governo as reais condições das rodovias brasileiras por meio da 13ª edição da Pesquisa Rodoviária.

O levantamento mostra um cenário global ainda desfavorável da infraestrutura rodoviária, com 69,1% da extensão pesquisada (61.839 km) apresentando problemas de pavimento, sinalização e/ou geometria viária. Existe, assim, a necessidade urgente de melhoria, para que o sistema de escoamento da produção seja eficiente e capaz de dar suporte à retomada do crescimento da atividade econômica.

Apesar disto, foram identificadas melhorias em termos de redução da extensão classificada como ruim ou péssima em relação aos resultados de 2007 nas variáveis Pavimento (4,6%) e Sinalização (7,1%). Este esforço deve ser, contudo, ampliado para gerar mais rapidamente benefícios para o país.

Os investimentos públicos em rodovias vêm aumentando nos últimos anos. Contudo, eles ainda são insuficientes frentes às necessidades de adequação e ampliação da malha viária. Além disto, o país enfrenta problemas com a paralisação de obras, um entrave à implementação de projetos. Os atrasos na execução geram prejuízos para o país que tem que desembolsar quantidade maior de recursos, e para os usuários das rodovias, transportadores e a população em geral, que perdem em desempenho e elevação dos custos de movimentação.

VEJA AQUI A SITUAÇÃO DE MATO GROSSO

Sem-categoria

HOJE TEM “FINAL” DO BRASILEIRÃO?

 
Cheio de moral depois da virada na Vila, elenco está pronto para duelo com o Inter que pode levar o São Paulo pela primeira vez à liderança do Brasileiro
Juca Pacheco – 28/10/2009
 
Pela segunda vez neste Brasileirão, o São Paulo entra em campo com a chance de virar líder da competição. Mas ao contrário daquela partida com o Santo André, quando o empate adiou o sonho são-paulino, os jogadores esbanjam confiança em mostrar que na reta final a força tricolor faz a diferença. Diante do Inter, às 21h50, no Morumbi, nem a ausência de Rogério, suspenso, tira da cabeça dos são-paulinos que a noite tem que ser tricolor.O zagueiro André Dias lembra que o elenco é tarimbado e tira forças extras em momentos decisivos. Por isso ele aposta no São Paulo nas sete rodadas finais, mas sabe que o jogo desta noite é, provavelmente, o mais difícil da série.

“São duas equipes que almejam o mesmo objetivo, que tem qualidade, tradição e vivem um grande momento. Mas o São Paulo joga em casa, vem de uma grande vitória e tem que fazer prevalecer sua força dentro do Morumbi para abrir vantagem e seguir firme até o final”, avisa o capitão são-paulino nesta noite.

Nem o jejum tricolor de três partidas sem vencer dentro de casa tira a confiança dos tricolores. O time vem de empates com o Corinthians e Coritiba, além de uma derrota para o Atlético-MG. Autor do segundo gol na Vila, Washington confia no alto moral do elenco para derrotar o Inter.

“A virada na Vila nos deu muita força, muita confiança para fazer um bom jogo. É isso que estávamos precisando e com o torcedor do nosso lado não vamos deixar escapar a chance de pelo menos dormir em primeiro, pois desta forma os adversários vão sentir”, aposta o camisa 9, artilheiro do time no nacional com 10 gols.

Richarlyson é o reforço tricolor. Suspenso, ele não atuou no clássico contra o Santos. Para o camisa 20, irmão de Alecsandro, artilheiro colorado, o São Paulo não pode deixar o Inter se sentir a vontade no Morumbi, pois o time gaúcho costuma trocar muitos passes e controlar os jogos.

“É uma equipe que fica muito tempo com a bola, tem paciência para jogar. Por isso nós não podemos deixá-los controlar o jogo, temos que marcar forte, sob pressão, para eles sentirem encurralados”, avisou.

Com a volta de Richarlyson, o ala Adrián González, que teve grande atuação na Vila com participação direta em pelo menos dois gols do São Paulo, ainda não sabe se continua entre os titulares, mas assim como o time, está com o moral elevado. “Fiz um bom jogo e estou pronto para ter continuidade caso o treinador queira. É um momento onde todos os jogadores gostam de estar em campo e comigo não é diferente”, disse o experiente ala.

O jogo entre São Paulo e Internacional tem alguns aspectos interessantes que você pode ver a seguir.

 

Duelos

Adrián González x D´Alessandro

Se atuar novamente, Adrián González enfrentará pela primeira vez D´Alessandro, seu amigo e antigo companheiro de San Lorenzo. “É um jogador de seleção, tem muita qualidade. Devemos ter atenção com ele”, alerta o lateral são-paulino

Richarlyson x Alecsandro

Filhos de Lela, ex-jogador do Coritiba,  os irmãos Richarlyson e Alecsandro se enfrentam pela sexta vez e o são-paulino, mesmo quando atuava por outras equipes, nunca perdeu para o irmão goleador.  No primeiro turno deste Brasileiro o tabu quase caiu. Alecsandro fez dois gols e o Inter abriu 2 a 0 no Beira-Rio, mas o Tricolor buscou o empate no segundo tempo com gols de Jean e Hernanes. São cinco confrontos entre os irmãos, com quatro vitórias de Richarlyson e um empate. “Sempre levei muita sorte contra ele e espero que isso continue, pois talvez esse seja o jogo mais importante de todos”, afirma o são-paulino, que volta de suspensão.

Igualdade nos pontos e nos confrontos

São Paulo e Internacional tem exatamente o mesmo número de pontos neste brasileiro (49) e brigam diretamente pelo título. O equilíbrio persiste nos confrontos entres as equipes desde que a competição passou a ser por pontos corridos. São cinco vitórias para cada lado e três empates nos 13 jogos realizados pelo Brasileiro desde 2003.

Coincidência do hexa

Foi com uma vitória sobre o Internacional por 3 a 0 no Morumbi, pela 33ª rodada, que o Tricolor assumiu a liderança pela primeira vez em 2008 e não largou mais até a conquista do hexacampeonato nacional. A história pode se repetir nesta noite: caso derrote os gaúchos, o tricolor paulista ao menos dorme pela primeira vez em 2009 como primeiro colocado do Brasileiro.

Jejum

Para ser líder pela primeira vez, o Tricolor terá de quebrar um jejum de três partidas sem vencer no Morumbi. O time vem de empates com Corinthians e Coritiba, além de derrota para o Atlético-MG. “Hoje estamos embalados pela vitória na Vila, confiantes e muito focados nesta reta final. Deram chances a nós e não vamos desperdiçá-la”, avisa Miranda. O técnico Ricardo Gomes rechaça o jejum. “Até a última rodada estávamos invictos em casa. Somos muito fortes no Morumbi e contamos muito com o apoio do torcedor.”

O personagem

Craque do Brasileirão em 2008, Hernanes volta a ser decisivo na reta final para o São Paulo. Desde que se recuperou de uma artroscopia no joelho esquerdo, o camisa 10 tricolor marcou quatro gols e fez uma assistência em seis jogos. “Sei que posso ajudar o São Paulo diretamente nesta arrancada e não abro mão do título”, avisa Hernanes.

  

São Paulo x Internacional

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data: 28 de outubro de 2009, quarta-feira

Horário: 21h50 (de Brasília)

Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)

Assistentes: Ênio de Carvalho e César Antônio de Oliveira Vaz (DF)

São Paulo: Bosco (Denis); Renato Silva, André Dias e Miranda; Jean, Richarlyson, Hernanes, Jorge Wagner e Junior Cesar; Dagoberto e Washington.

Técnico: Ricardo Gomes

Internacional: Lauro; Bolívar, Índio, Fabiano Eller e Kléber; Glaydson (Daniel), Sandro, Giuliano e D’Alessandro; Taison e Alecsandro.

Técnico: Mário Sérgio

Sem-categoria

PERTO DE COMPLETAR 18 ANOS QUERÊNCIA RECEBE DE PRESENTE A BIBLIOTECA MUNICIPAL “FONTE DO APRENDIZ”

FONTE1

FONTE6

Com a presença do Prefeito Fernando Gorgen, da Secretária da Ação Social Rose Gorgen, do secretário da Saúde e Administração João Pizzi, da Secretária da Educação e Cultura Janet Thomas, dos vereadores João Cesar, Luiz Vezaro e Válerio Fernandes e demais convidados foi inaugurada no último sábado a Biblioteca Pública Municipal Fonte do Aprendiz.

Na oportunidade o prefeito disse pouco antes de descerrar a placa de inauguração que essa biblioteca Fonte do Aprendiz será  a fonte de muito conhecimento para nossa população e uma oportunidade de abrir horizontes com o acesso ao livro.

A secretária Janeth Thomas agredeceu ao prefeito Fernando e à comunidade em geral que doaram os livros e afirmou que Querência estava recebendo um presente especial de aniversário perto de completar 18 anos e atingir a maioridade e que o espaço da biblioteca é muito mais que espaço para os livros e sim um lugar de manifestação de cultura onde música, teatro, dança, oficinas e leituras se encontram.

Vários representantes da comunidade estiveram presentes:  ACIAQ, Rotary, CTG, Maçonaria, diretores e professores, comerciantes, médiocos, familiares dos alunos que se apresentaram e também as alunas venceram o concurso que deu o nome à biblioteca, Samara e Ingrith que ganharam uma placa.

Música, balé, encenação teatral e leituras de poesias e textos fizeram parte do evento pouco antes da inauguração oficial e do coquetel que foi servido.

A diretora da Biblioteca Deusalina Gomes agradeceu emocionada a presença de todos e fez saudação especial para toda equipe do Projeto Cultivar.

Ela lembrou também que desde já a biblioteca está em funcionamento,mesmo ainda sem todos os livros dos seus sonhos, mas que a comunidade já pode fazer seu cadastro e retirar suas obras prediletas.

VEJA COMO FOI A NOITE DE ABERTURA DA FONTE DO APRENDIZ.

FONTE2

FONTE3

FONTE4

FONTE7

FONTE8

fonte9

fonte11

fonte12