Sem-categoria

PERTO DE COMPLETAR 18 ANOS QUERÊNCIA RECEBE DE PRESENTE A BIBLIOTECA MUNICIPAL “FONTE DO APRENDIZ”

FONTE1

FONTE6

Com a presença do Prefeito Fernando Gorgen, da Secretária da Ação Social Rose Gorgen, do secretário da Saúde e Administração João Pizzi, da Secretária da Educação e Cultura Janet Thomas, dos vereadores João Cesar, Luiz Vezaro e Válerio Fernandes e demais convidados foi inaugurada no último sábado a Biblioteca Pública Municipal Fonte do Aprendiz.

Na oportunidade o prefeito disse pouco antes de descerrar a placa de inauguração que essa biblioteca Fonte do Aprendiz será  a fonte de muito conhecimento para nossa população e uma oportunidade de abrir horizontes com o acesso ao livro.

A secretária Janeth Thomas agredeceu ao prefeito Fernando e à comunidade em geral que doaram os livros e afirmou que Querência estava recebendo um presente especial de aniversário perto de completar 18 anos e atingir a maioridade e que o espaço da biblioteca é muito mais que espaço para os livros e sim um lugar de manifestação de cultura onde música, teatro, dança, oficinas e leituras se encontram.

Vários representantes da comunidade estiveram presentes:  ACIAQ, Rotary, CTG, Maçonaria, diretores e professores, comerciantes, médiocos, familiares dos alunos que se apresentaram e também as alunas venceram o concurso que deu o nome à biblioteca, Samara e Ingrith que ganharam uma placa.

Música, balé, encenação teatral e leituras de poesias e textos fizeram parte do evento pouco antes da inauguração oficial e do coquetel que foi servido.

A diretora da Biblioteca Deusalina Gomes agradeceu emocionada a presença de todos e fez saudação especial para toda equipe do Projeto Cultivar.

Ela lembrou também que desde já a biblioteca está em funcionamento,mesmo ainda sem todos os livros dos seus sonhos, mas que a comunidade já pode fazer seu cadastro e retirar suas obras prediletas.

VEJA COMO FOI A NOITE DE ABERTURA DA FONTE DO APRENDIZ.

FONTE2

FONTE3

FONTE4

FONTE7

FONTE8

fonte9

fonte11

fonte12

Sem-categoria

MORRE AFOGADO NA CHAPADA-MT, O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO MT.

Luto no Agronegócio. Encontrado corpo do presidente da Fundação MT Dario Hiromoto

Fonte: Só Notícias

Mato Grosso perde um dos maiores agrônomos e pesquisador, que se empenhou para fortalecer o agronegócio: Dario Hiromoto. Ele morreu, afogado, no Lago de Manso, em Chapada dos Guimarães. Seu corpo foi encontrado hoje de manhã, pelos bombeiros que, desde ontem, faziam buscas. Harimoto saiu de barco, na sexta-feira à tarde. Pouco depois começou a ventar.

O barco que ele estava foi encontrado a deriva. Familiares acionaram os bombeiros e começou uma angustiante procura por Dario. Havia esperanças que ele pudesse nadar até a margem e estivesse esperando socorro. Mas, neste domingo, seu corpo foi encontrado. Dario Hiromoto residia em Rondonópolis, sede da Fundação Mato Grosso.

Era casado e tinha 3 filhos. As primeiras informações são que o corpo será sepultado em Rondonópolis. O pesquisador havia liderado recentemente a equipe que desenvolveu a nova geração da soja inox, mais resistente a pragas e a ferrugem asiática. Há 16 anos esteve à frente da instituição, em busca de soluções para melhorar a qualidade da produção agrícola e dos alimentos consumidos pela população.

A Fundação de MT divulga, em seu site, uma nota lamentando profundamente a perda de Hiromoto. “Ele nos deixou um legado valioso e grandes conquistas. Agradecemos as manifestações de apoio e solidariedade à família e à nossa equipe. O velório será na Associação dos Colaboradores da Fundação MT (Ami), na Avenida Poguba, na Vila Goulart (em frente ao Horto Florestal), em Rondonópolis, a partir das 19h e o sepultamento será nesta segunda-feira em horário a ser definido.

Sem-categoria

ENTRE OS 20 MAIORES PRODUTORES DE SOJA DO BRASIL, 13 SÃO DE MT E QUERÊNCIA ESTÁ NA LISTA.

13lista

FOTO DE HOMERO SERGIO – COLHEITA EM QUERÊNCIA 2008.

O município de Sorriso (420 km de Cuiabá) é o maior produtor nacional de milho e soja. As informações são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), divulgadas no último dia 16.10.

 A produção nacional de soja, em 2008, somou 59.242.480 toneladas, sendo 2,4 % maior que a do ano anterior, quando foram colhidas 57.857.172 toneladas. A área colhida também registrou um acréscimo de 2,4%, ao totalizar 21.057.302 ha. Nesta safra, o maior produtor nacional foi o Mato Grosso, que deteve 29,1% do total colhido no país.

Além disso, dos vinte maiores municípios produtores de soja do país em 2008, treze são mato-grossenses. São eles: Sorriso, Nova Mutum, Sapezal, Campo Novo do Parecis, Diamantino, Lucas do Rio Verde, Nova Ubiratã, Itiquira, Querência, Campos de Júlio, Ipiranga do Norte, Brasnorte e Santa Rita do Trivelato.

No Município de Sorriso, primeiro colocado no ranking nacional, foram colhidas 1 794 000 toneladas, ou o correspondente a 3,0% do total. O Paraná, com uma produção de 11.800.466 toneladas (19,9% do total nacional), foi o segundo maior produtor na temporada 2008; contudo, nenhum município paranaense aparece no ranking dos vinte maiores produtores. Vale assinalar que a seca ocorrida nos meses de janeiro e fevereiro, nas regiões sudoeste e oeste do Estado, não comprometeram a produtividade das lavouras paranaenses, tanto assim, que o rendimento médio estadual foi de 2 973 kg/ha, ou seja, praticamente igual ao do ano anterior (2 963 kg/ha).

O Estado do Rio Grande do Sul, terceiro maior produtor nacional, com uma produção de 7 679 939 toneladas, 22,7% menor que a do ano de 2007, foi intensamente afetado pelas adversidades climáticas decorrentes do fenômeno La Nina; tanto que o rendimento médio das lavouras gaúchas declinou 20,9% em relação ao obtido na safra anterior. Os efeitos de La Nina também recaíram sobre Santa Catarina e se estenderam até o Mato Grosso do Sul. Goiás, Mato Grosso do Sul, Bahia e Minas Gerais aparecem nas colocações subsequentes, com participações de 11,1%, 7,7%, 4,6% e 4,3% na produção nacional, respectivamente.

Em Goiás, foram destaques os municípios de Rio Verde e Jataí; no Mato Grosso do Sul, Maracaju e Dourados; e na Bahia, São Desidério, Formosa do Rio Preto e Luís Eduardo Magalhães. Quanto ao valor da produção, assinale-se que em nível nacional, foram totalizados R$ 38,7 bilhões. Na média, o valor por tonelada colhida foi de R$ 653,74, o que na comparação com o valor auferido em 2007 (R$ 445,84/tonelada), corresponde a uma elevação de 46,6%. Já em nível estadual, os valores médios por tonelada colhida foram os seguintes: Mato Grosso, R$ 561,32/tonelada colhida, ou seja, 45,9% a mais que o valor médio de 2007; Paraná, R$ 727,95/t (+49,0%); Rio Grande do Sul, R$ 715,74/t (+57,3%); Goiás, R$ 639,73/t (+38,0%); Mato Grosso do Sul, R$ 622,83/t (+41,5%); Bahia, R$ 680,33/t (+29,1%); e Minas Gerais, R$ 699,26/t (+41,6%).

Na área central do Estado do Mato Grosso, existe uma concentração de grandes municípios produtores de soja, e que na mesma longitude desta concentração, mas já na jurisdição da Bahia, destacam-se outros importantes municípios produtores, como São Desidério, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães e Barreiras. Mato Grosso lidera produção de algodão – Apesar da queda na produção do algodão em 2008 em relação a 2007, Mato Grosso ainda continua sendo um dos maiores produtores, junto com mais cinco Estados. Mato Grosso e Bahia representam juntos, 81,6% de toda produção. A produção nacional de algodão herbáceo, na safra 2008, totalizou 3.983.181 t, 3,1% inferior à obtida no ano de 2007.

Essa redução foi, em sua maior parte, reflexo da retração da área de colheita que foi de 1.063.817 ha, mostrando um decréscimo de 5,0%. Os seis maiores produtores de algodão herbácio do país são: Mato Grosso, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e São Paulo.

Dentre os vinte municípios que mais produzem, 13 pertencem ao Estado de Mato Grosso. Em Mato Grosso, maior produtor nacional, a produção obtida de 2.083.398 t foi 5,5% menor que no ano anterior, contrastando com as previsões no início da safra, pois nem toda a área de intenção de plantio foi efetivada. Tal fato ocorreu devido ao custo de produção do algodão ser bem maior que o de outras lavouras, aliado ao atraso na colheita da soja precoce em algumas áreas, inviabilizando o plantio do algodão (safrinha). Nos demais Estados do Centro-Oeste, também podemos constatar uma pequena redução na produção. Já na Bahia, Estado que representa 29,3% da produção do país, os números mostram pequenos aumento em relação ao ano anterior (3,8%), em razão do clima favorável. As maiores reduções ocorreram em Minas Gerais (16,1%) e São Paulo (52,9%), que diminuíram bastante suas áreas de plantio de algodão. São Desidério (BA) é o município maior produtor de algodão do país, pois sua área de plantio (136.756 ha) é muito superior aos demais produtores.

 Edina Araújo/VG Notícias com Dados do IBGE

Sem-categoria

CONFIRA OS NOMES SORTEADOS PARA RECEBER O LIVRO E OS INGRESSOS PARA INAUGURAÇÃO DA FONTE DO APRENDIZ.

Carol // 23 Outubro, 2009 às 2:28 pm | GANHOU O LIVRO E UM INGRESSO.

A biblioteca Fonte do Aprendiz é mais uma forma de chamar os adolescentes e adultos para ler, é muito importante uma cidade ter uma biblioteca: “O mundo ” que encanta qualquer pessoa.

Eder // 23 Outubro, 2009 às 12:54 pm | UM INGRESSO.

Muito bom q Querência tem uma biblioteca, gostaria muito de participar do sorteio!!
Abraços!!

Aline // 23 Outubro, 2009 às 12:28 pm | UM INGRESSO.

Quero participar do sorteio. Este livro me parece ser muito interessante. E ganhar o ingresso claro…hehehe

Abraçoss

ivete // 23 Outubro, 2009 às 12:48 pm | UM INGRESSO.

É muito bom saber que Querência tem uma biblioteca,pq cultura tambem é progresso.
Parabens Querência !!!!!

Marcia // 23 Outubro, 2009 às 2:46 pm | UM INGRESSO.

“A leitura é uma fonte inesgotável de prazer mas por incrível que pareça, a quase totalidade, não sente esta sede.”
(Carlos Drummond de Andrade)

AVISO – Tanto o livro como os ingressos  estarão disponíveis  lá no local  19:30 horas com o Editor do *****QUERÊNCIA HOJE***** Homero Sergio.

Homero Sergio. Qualquer dúvida – 96435651.

Sem-categoria

PARTICIPE DO SORTEIO E GANHE UM LIVRO E INGRESSOS PARA INAUGURAÇÃO DA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE QUERÊNCIA.

livro

Faça um comentário e participe do sorteio deste livro CIDADES DO MATO GROSSO de  João Carlos Vicente Ferreira e de 5 ingressos para o coquetel de inauguração da Biblioteca Pública Municipal “FONTE DO APRENDIZ”. O primeiro sorteado ganha o livro e um ingresso e os outros 4 ganham ingressos para o evento que acontece neste sábado 19:30 horas. O sorteio será neste sábado 14 horas e os nomes anunciados aqui no Portal. Participe.

Sem-categoria

“NÃO ESTOU ATRÁS DE EMPREGO” AFIRMA MAGGI.

Maggi descarta assumir ministério

ALEXANDRE APRÁ
D. Cuiabá – Da Reportagem

O governador Blairo Maggi (PR) descartou assumir o comando de um ministério para compor o primeiro escalão da gestão do presidente Lula (PT). Na avaliação dele, o período do último ano de mandato do presidente seria insuficiente para qualquer político desenvolver um bom trabalho frente a qualquer ministério federal.

“A gente sabe que no último ano de um mandato há o fechamento das contas da administração e que seria difícil alguém conseguiu desenvolver um bom trabalho. Daria apenas para manter a máquina. Isso não é bom para ninguém que quer mostrar serviço”, explicou o republicano, durante a cerimônia de abertura do Fórum sobre políticas de mudanças climáticas que foi iniciado ontem em Cuiabá.

Maggi também negou que tenha procurado o presidente Lula em buscar de uma vaga no primeiro escalão do petista. “Eu não estou atrás de emprego, então não existe nada nesse sentido”, comentou o governador.

Mesmo assim, o republicano afirmou que não há, por enquanto, nenhuma intenção de deixar o governo no fim do ano para beneficiar o vice-governador e pré-candidato, Silval Barbosa. Maggi sustenta que deve ficar no Palácio Paiaguás até a data limite para se descompatibilizar do cargo, no início de abril do ano que vem.

O chefe do Executivo estadual voltou a afirmar que recuou da sua decisão de não disputar as eleições de 2010 por conta da crise interna instaurada dentro do seu partido, o PR, pela ausência de um grande líder na legenda.

Blairo também não esconde o descontentamento com a desfiliação do empresário Mauro Mendes.