MAGGI ENTREGA EM CUIABÁ MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS PARA 141 CIDADES DO MT.

De Cuiabá – Homero Sergio

O estacionamento ao lado do Shopping Pantanal está repleto de equipamentos e caminhões que serão entregues na manhã desta segunda em solenidade no Palácio Paiaguás a partir das 8 horas quando prefeitos do Araguaia serão os primeiros para assinarem os comodatos. Das 8h às 8h40 prefeitos dos municípios das regiões Norte Araguaia, Médio Araguaia e Araguaia se encontram com Blairo e Silval para assinatura dos documentos.

“Mato Grosso 100% Equipado”

Nesta segunda-feira (01.02), o Governo do Estado acontece  a entrega de máquinas e caminhões aos 141 municípios. A solenidade de assinatura de comodato para o repasse dos 705 veículos do programa “Mato Grosso 100% Equipado” será às 14 horas, no Salão Nobre Cloves Vettorato no Palácio Paiaguás. No entanto, os 141 prefeitos assinarão os contratos de cessão de uso dos veículos, a que têm direito seus municípios, durante toda a manhã com a presença do governador Blairo Maggi e do vice Silval Barbosa.

A data escolhida para a entrega do maquinário foi a primeira possível dentro dos trâmites legais necessários ao procedimento. Todos os 705 veículos precisavam ter a documentação e o emplacamento efetuados para que o Estado os disponibilizasse aos 141 municípios de Mato Grosso. Nos contratos de cessão de uso precisam constar os dados de cada máquina e de cada caminhão. A elaboração dos contratos ficou sob a responsabilidade da secretaria de Infraestrutura (Sinfra) e foram confeccionados conforme o recebimento dos veículos. As empresas fornecedoras dos veículos também dispunham de prazos estabelecidos em edital para que realizassem a entrega dos maquinários.

As assinaturas obedecerão a um cronograma. Das 8h às 8h40 será a vez dos prefeitos dos municípios das regiões Norte Araguaia, Médio Araguaia e Araguaia. Entre às 8h50 e 9h30 os chefes do Executivo das regiões Sul, Portal do Araguaia e Nascentes do Araguaia assinam os documentos. Os prefeitos dos municípios das regiões Vale do Juruena, Vale do Teles Pires e Vale do Arinos assinarão os contratos das 9h40 às 10h20.

Das 10h30 às 11h10 ficou estabelecido que assinam os administradores dos municípios das regiões Portal da Amazônia e Alto Teles Pires, na sequência, entre 11h20 e 12h os prefeitos das regiões Vale do Guaporé e Complexo Nascentes do Pantanal. E, por último, assinam os dirigentes dos municípios das regiões Vale do Rio Cuiabá e Alto do Rio Paraguai das 13h às 13h40.

A solenidade que inicia às 14h tem previsão de término às 16h, quando o governador, vice-governador, secretariado estadual, os prefeitos e convidados serão levados de ônibus até o estacionamento onde estão os caminhões na avenida Historiador Rubens de Mendonça. De lá, a comitiva segue a pé até o estacionamento ao lado, onde foram dispostas as máquinas. Além da inspeção aos equipamentos haverá a fala dos prefeitos que representarão as regiões do Estado.

Mato Grosso 100% Equipado – Na gestão do governador Blairo Maggi, foram adquiridos 1024 equipamentos entre caminhões e máquinas. Em 2003 foram comprados 107 veículos e em 2007 outros 212. Vale salientar que até então o Estado não possuía veículo algum.

HEMÍLIA MAIA Assessoria/Sinfra-MT

Anúncios

PM PRENDE EM NOVA NAZARÉ MAIS DOIS FUGITIVOS.

ABDALLA ZAROUR
Assessoria Sejusp-MT

O Núcleo da Polícia Militar de Nova Nazaré, que faz parte do Décimo Quarto Batalhão de Água Boa, prendeu na tarde deste  domingo (31.01) mais dois fugitivos da Cadeia Pública de Água Boa. Wemerson Almeida Lopes, vulgo Careca, e Odair Pereira Cordeiro foram recpaturados pelos policiais militares Cabo Pinheiro, Cabo Brito e pelo soldado Lionai.

De acordo com o Tenente Coronel Jorge Luiz de Magalhães, a prisão dos dois ocorreu porque houve a colaboração dos moradores de Nova Nazaré, que fizeram denúncia anônima sobre a localização dos reeducandos.

A operação, envolvendo a Polícia Militar de Campinápolis, Água Boa, a Força Tática de Barra do Garças e o apoio aéreo do Ciopaer, continua para prender outros seis fugitivos.

RESTAM SOLTOS OITO FUGITIVOS DO PRESÍDIO DE ÁGUA BOA.

PM recaptura dois fugitivos da Cadeia de Água Boa

ABDALLA ZAROUR
Assessoria Sejusp-MT

Uma mega operação envolvendo a Polícia Militar de Campinápolis, Água Boa, a Força Tática de Barra do Garças e o apoio aéreo do Ciopaer conseguiu prender dois fugitivos da Cadeia Pública de Água Boa. A primeira recaptura ocorreu na sexta-feira (29) por volta das 20h. A polícia prendeu o reeducando Adriano Alves da Silva, vulgo Tuzinho, em um vilarejo distante 40 km de Campinápolis.

Neste sábado por volta das 18h, foi a vez de Wilson da Silva, vulgo Carequinha, ser recapturado na mesma região onde Adriano Alves da Silva foi localizado. De acordo com o Tenente Coronel PM, Jorge Luiz de Magalhães, os dois reeducandos serão encaminhados para a Cadeia Pública de Água Boa, de onde fugiram esta semana. Mais oito presos são procurados pela polícia.

DILMA DIZ QUE INTERNET É A NOVA PRAÇA DOS ATENIENSE.

DO G1.

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse nesta sexta-feira (29), durante visita à Campus Party, em São Paulo, que a eleição presidencial deste ano será fortemente influenciada pelo uso da internet. “Não acredito que essa eleição possa passar sem os blogueiros e twitteiros, sem os debates e a opinião dentro da internet. Isso só contribui para a manifestação das diferentes opiniões, sejam elas do governo ou da oposição.”

Segundo Dilma, o uso da internet vai democratizar o acesso à informação durante a campanha. “O país fica mais democrático. A internet constrói a democracia nesse sentido. Não tem uma informação pasteurizada, única”, afirmou Dilma, que é pré-candidata à Presidência pelo PT. Segundo ela, “a internet é a grande praça dos atenienses, a grande praça da modernidade”.

NA GRÉCIA.

Ágora era a praça principal na constituição da pólis, a cidade grega da Antiguidade clássica. Normalmente era um espaço livre de edificações, configurada pela presença de mercados e feiras livres em seus limites, assim como por edifícios de caráter público. Enquanto elemento de constituição do espaço urbano, a ágora manifesta-se como a expressão máxima da esfera pública na urbanística grega, sendo o espaço público por excelência. É nela que o cidadão grego convive com o outro, onde ocorrem as discussões políticas e os tribunais populares: é, portanto, o espaço da cidadania. Por este motivo, a ágora (juntamente da pnyx, o espaço de realização das assembleias) era considerada um símbolo da democracia direta, e, em especial, da democracia ateniense, na qual todos os cidadãos tinham igual voz e direito a voto. A de Atenas, por este motivo, também é a mais conhecida de todas as ágoras nas polis da antiguidade.

DANÇA DOS NÚMEROS RUMO AO PLANALTO.

Dilma sobe menos se Ciro sai da disputa, diz Vox Populi

Pesquisa eleitoral Vox Populi indica que por enquanto não se comprova a tese governista de que menos postulantes favoreceriam a pré-candidata do PT a presidente, Dilma Rousseff.

Quando Ciro está entre os possíveis candidatos, Dilma Rousseff sobe 9 pontos percentuais em relação ao que tinha em dezembro na pesquisa Vox Populi. Se o candidato do PSB é retirado da lista de candidatos, Dilma sobe 8 pontos no mesmo levantamento.

 Eis os dados:

 Cenário com Ciro em 11-14.dez.2009 e em 14-17.jan.2010

 José Serra (PSDB) – 39% > 34% (caiu 5 pontos)

 Dilma Rousseff (PT) – 18% > 27% (subiu 9 pontos)

 Ciro Gomes (PSB) – 17% > 11% (caiu 6 pontos)

 Marina Silva (PV) – 8% > 6% (caiu 2 pontos)

 Indecisos, brancos e nulos – 18% > n.d. (variação?)

 Cenário sem Ciro em 11-14.dez.2009 e em 14-17.jan.2010

 José Serra (PSDB) – 46% > 38% (caiu 8 pontos)

 Dilma Rousseff (PT) – 21% > 29% (subiu 8 pontos)

 Marina Silva (PV) – 11% > 8% (caiu 2 pontos)

 Indecisos, brancos e nulos – 23% > n.d. (variação?)

INVESTIDORES DO SETOR DE AVICULTURA VISITAM QUERÊNCIA.

Representantes da GRAN 7, do setor de ovos e granjas do município de Bastos, interior de São Paulo chegaram nesta manhã em visita a Querência para diagnóstico de futuros investimentos no setor aqui no município. Uma reunião foi agendada no gabinete do Prefeito Fernando Gorgen onde os empresário foram recebidos pelo vice João Pizzi, pelos secretários Daltro da Agricultura e Janet da Educação, pelos vereadores Luiz Vezaro e Valério Fernandes, pelo representante da SEDER Bernardes, Zizo empresário da Lamar Corretora, e da assessoria jurídica da prefeitura Drª Águeda e Drº Vilmar Jacob, além do agricultor Darcy Tosatti.

Fundada em 1928, a cidade de Bastos, a 530 quilômetros da capital, tem a maior porcentagem de pessoas de origem asiática do Estado de São Paulo. Dos 20 mil habitantes, mais de 11% são descendentes de japoneses. E foram justamente os imigrantes orientais que, mesmo sem experiência na agricultura, fizeram da cidade uma referência na produção de café, algodão e de bicho-da-seda, tudo isso até o fim da década de 40.

Mas foi no fim da década de 50 que a cidade encontrou sua vocação agrícola: a produção de ovos. Em pouco tempo Bastos ficou conhecida como a capital do ovo, título que ostenta até hoje.
Responsável por 20% da produção nacional de ovos, o município tem em torno de 70 produtores, dos quais apenas duas famílias não são descendentes de japoneses, com plantel de 17,6 milhões de aves e produção de quase 12 milhões de ovos por dia.

MATO GROSSO PASSA PARA 6ª POSIÇÃO NO RANKING DE EXPORTAÇÃO NO BRASIL.

ELAINE PERASSOLI
Assessoria/Sicme/MT

Quando se fala em Mato Grosso, os números são sempre surpreendentes. Nos últimos 7 anos as exportações cresceram 373%. Somente em 2008 e 2009 houve um incremento de 63%. O secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme), Pedro Nadaf, garante que apesar deste crescimento nas exportações, a produção primária é a mesma. “Este aumento nos números se deve à agregação de valores aos produtos mato-grossenses. É a confirmação da industrialização do Estado”.

Um dos estímulos para este crescimento macroeconômico, diz Nadaf, é a política de incentivos fiscais que estimulou a instalação ou ampliação de cerca de 450 empresas em todo Mato Grosso, desde 2003. São empreendimentos que geram emprego, renda, promovem a conservação do meio ambiente e melhorando a qualidade de vida da população local. “Se não fossem os incentivos fiscais, estas empresas não estariam em Mato Grosso hoje. Pode ser que daqui a 20 anos algumas delas escolheriam o Estado para instalar suas plantas”.

Outro resultado apontado por Nadaf é o número elevado de países para os quais Mato Grosso vende seus produtos. Ao todo são 150. O número de produtos também cresceu e, atualmente, além da soja, algodão, milho, arroz e carne, o Estado também vende açúcar, madeira, couro, minerais, material elétrico e de construção. A lista contém cerca de 30 produtos.

Em 2008, o Estado ocupava a 10ª posição no ranking dos Estados que mais exportavam. “Encerramos 2009 ocupando a 6ª posição ficando atrás somente de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Paraná. Esta conquista era um sonho antigo que conseguimos realizar no ano passado. A expectativa é que Mato Grosso continue galgando posições nesse ranking”.

A balança comercial também é um instrumento para medir o crescimento da economia de Mato Grosso. Em 2002 o Estado era responsável por 12% da balança comercial, o equivalente a US$ 13.192 bilhões. Em 2008, este número subiu para 26%, o equivalente a US$ 24.742 bilhões.