Sem-categoria

EMFAQUE PROMOVE ENCONTRO DE ENCERRAMENTO DE ANO. FORMATURA SERÁ DIA 3.

FOTOS: HOMERO SERGIO.

Para marcar o fim do ano letivo que se encerra no próximo dia 3 com a formatura, alunos diretora, professoras, funcionários se reuniram numa oração e para entrega de presentes no amigo oculto e fizeram balanço de muitas conquistas em 2011.

Vitórias em competições culturais e esportivas, a conquista do novo alojamento feminino entre outros foram lembrados por todos.

Antes da janta, foi sorteada uma bicicleta doada pelo vice-prefeito João Pizzi.

Presentes também a secretária Janet Thomas e Ana Lídia Pizzi com os 3 filhos.

A diretora Alda disse ao *****QUERÊNCIAHOJE***** que o saldo foi muito positivo, mas que há metas a seram alcançadas e em 2012 está previsto a presença de 138 alunos na entidade que é a única em todo estado de MT.

Sem-categoria

PESQUISADORES EM QUERÊNCIA VÃO DEBATER OS CUIDADOS COM A SOJA.

Pesquisadores da Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso (Fundação MT) e de outros importantes Centros de Pesquisa estarão terça-feira (29) em Querência para orientar os cuidados que produtor e equipe precisam ter com a lavoura de soja.

Na ocasião, serão repassadas informações pertinentes, aquelas que toda classe produtora quer saber para poder adotar técnicas corretas e no momento certo.

O Fundação MT em Campo: É Hora de Cuidar 2011 que tem como tema “Vencendo os desafios passo a passo” apresentará aos participantes informações sobre controle de doenças na cultura da soja, tendências climáticas para 2012, tecnologia de aplicação e sobre desafios no controle de pragas.

“Agora é hora de cuidar da lavoura e ficar atento aos imprevistos que podem surgir após o plantio da soja. Para garantir qualidade e uma boa colheita não basta plantar. A lavoura está sujeita a muitos imprevistos quando se trata de cuidados após o plantio”, afirma Hugo de Carvalho Ribeiro, presidente da Fundação MT.

Toda a classe produtora é convidada a receber orientação sobre os cuidados com a lavoura. As inscrições para participar do evento são gratuitas e podem ser feitas no local do evento.

SERVIÇO:

O QUE – Fundação MT em Campo: É Hora de Cuidar 2011

QUANDO – 29 de novembro (terça-feira), em Querência , às 18h00

ONDE – Câmara Municipal     

REALIZAÇÃO – Fundação MT

Sem-categoria

VELÓRIO DE NAYARA SERÁ EM QUERÊNCIA E O ENTERRO EM SÃO JOSÉ DO XINGU.

A mãe de Nayara confirmou ao *****QUERÊNCIAHOJE***** que haverá um velório na Igreja Católica e o enterro acontecerá em São José do Xingu. Logo após o corpo deixar o local onde foi encontrada, a mãe falou com a reportagem caminhando ao lado de parentes que se organizavam para irem à funerária cuidar do enterro.

Emocionada ela disse ao pai de Nayara ” vamos lá juntos escolher a urna para nossa filha”

Ela confirmou serena que faria o velório em Querência “tem muita gente que gosta dela na cidade, então faremos um velório de 3 horas aqui e o sepultamento em São José.

O PM Rudy disse no local que o suposto assassino já foi levado da cidade.

Sem-categoria

CORPO DE NAYARA ACABA DE DEIXAR O LOCAL DO CRIME. CAUSA DA MORTE SÓ DEPOIS DOS EXAMES.

FOTO: HOMERO SERGIO.

Após perícia técnica no local do crime e no carro da vítima feito por peritos que vieram na noite de hoje de Água Boa, o corpo da jovem Nayara acaba de deixar o local (22:30)no Setor Nova Querência e será levado para para Água Boa.
Os pais da jovem que chegaram de Goiania acompanharam os peritos e nesse momento estão cuidando dos serviços fúnebres.

Sem-categoria

CORPO DE LOJISTA É ENCONTRADO PELA POLÍCIA NO SETOR NOVA QUERÊNCIA.

FOTOS: HOMERO SERGIO

No celular do marido a foto da ex-mulher ás 17:06 desta quinta.

O marido na delegacia mostrou a foto de Naiara no celular ainda sem saber do corpo encontrado.

O corpo de uma mulher foi encontrado hoje por volta de 16:30 horas pela PM de Querência numa casa de madeira na rua R 9,  ao lado do Mercadinho do Pelé. Na casa foi achado também um carro Celta escondido numa garagem de madeira e coberto com uma capa.

No quarto da casa, todo escuro e revirado, o corpo de uma mulher jovem deitada no chão.

Ela vestia uma jaqueta jeans  e tinha o rosto coberto com fitas. O PM Eduardo e a policial Fátima estavam no local controlando o acesso e permitiram que o marido Washington fizesse o reconhecimento. Ele deixou a casa desolado após reconhecer o corpo de Nayara Pereira Quintino, funcionária de uma loja de materias de contrução no setor C, onde era especialista na mistura de tintas para residencias e que há anos vive na cidade.

Ainda não se sabe os motivos do crime e nem qual foi a causa mortis. Dois suspeitos foram detidos . Assim como ela , ambos os detidos são funcionários da mesma loja de materiais, onde na noite ontem aconteceu uma reunião de funcionários, última vez em que ela foi vista.

O local está nesse momento repleto de moradores e parece que toda Querência se deslocou para lá.

Ainda não foi divulgado pela polícia o nome do suspeito e nem o que causou a morte da jovem.

Muitas pessoas choravam no local ao saber da notícia e lembrar da amiga e companheira de futebol.

Nesse momento, se aguarda a chegada da POLITEC de Água Boa para esclarecer a causa da morte e tomar as providência para o velório. A família que vem de Goiânia estaria a caminho segundo amigos presente no local.

Já na casa onde o corpo foi encontrado, o marido deixa a sala após reconhecer o corpo. Ao fundo o carro da vítima.

Amigas do futebol emocionadas no local com a trágica notícia.

O crime chocou Querência nessa tarde e muita gente foi ao local para confirmar a notícia.

Mais informações em instantes.

A situação ainda é de espera dos peritos e um grande número de pessoas continua no local. (21:50)

Sem-categoria

MT TEM 24 CIDADES NUMA LISTA DE 100 COM MAIOR PIB AGRO DO BRASIL. QUERÊNCIA É 76º.

FOTO: HOMERO SERGIO.

 
De Sinop – Alexandre Alves – OLHAR DIRETO.

O Estado de Mato Grosso tem 24 cidades na lista das 100 com maior Produto Interno Bruto (PIB) do setor agropecuário brasileiro, segundo levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e divulgado nesta terça-feira. Além disso, tem a campeã nacional de riqueza agropecuária, Sorriso (412 km de Cuiabá), com R$ 791,159 milhões.

No ranking das “10 mais”, o Estado também lidera com seis municípios. Além de Sorriso, compõem a lista Sapezal, na quarta colocação com R$ 622,8 milhões, Campo Verde (5ª) com R$ 576,3 mi, Nova Mutum (7ª) R$ 512,2 mi, Primavera do Leste (8ª) R$ 509,7 mi e, Campo Novo dos Parecis, na 10ª posição, com R$ 491,6 milhões.

Veja a tabela com as 100 cidades com maior Produto Interno Bruto (PIB) do setor agropecuário brasileiro. Eles cultivam R$ 26,4 bilhões da riqueza nacional.

1º – Sorriso (MT) – R$ R$ 791,159 milhões
2º – São Deusidério (BA) – R$ 753 mi
3º – Petrolina (PE) – R$ – 658 mi
4º – Sapezal (MT) – R$ 622 mi
5º – Campo Verde (MT) – R$ 576 mi
6º – Unaí (MG) – R$ 512,3 mi
7º – Nova Mutum (MT) – R$ 512,2 mi
8º – Primavera do Leste (MT) – R$ 509 mi
9º – Uberaba (MG) – R$ 505 mi
10° – Campo Novo dos Parecis (MT) – R$ 491 mi
11º – Diamantino (MT) – R$ 477 mi
12º – Rio Verde (GO) – R$ 443 mi
13º – Barreiras (BA) – R$ 435 mi
14º – Brasília (DF) – R$ 431 mi
15º – Lucas do Rio Verde (MT) – R$ 405 mi
16º – Cristalina (GO) – R$ 386 mi
17º – Açailândia (MA) – R$ 362 mi
18º – Jataí (GO) – 347 mi
19º – Campos de Júlio (MT) – 335 mi
20° – Uberlândia (MG) – R$ 331 mi
21º – Patrocínio (MG) – R$ 319 mi
22º – Itiquira (MT) – R$ 316 mi
23º – Castro (PR) – R$ 298 mi
24° – Perdizes (MG) – 291 mi
25º – Luis Eduardo Magalhães (BA) – R$ 288 mi
26º – Sacramento (MG) – R$ 283 mi
27º Formosa do Rio Preto (BA) – R$ 282 mi
28° – Nova Ubiratã (MT) – R$ 279 mi
29° – Itacoatiara (AM) – R4 273 mi
30º – São Raimundo das Mangabeiras (MA) – R$ 263 mi
31º – Uruguaiana (RS) – R$ 263 mi
32° – Balsas (MA) – R$ 259 mi
33º – Pinheiros (ES) – R$ 255 mi
34º – Corumbá (MS) – R$ 244 mi
35º – Paracatu (MG) – R$ 232 mi
36º – Lábrea (AM) – R$ 231 mi
37º – Porto Velho (RO) – R$ 230 mi
38º – Itapetininga (SP) – R$ 229 mi
39º – Alegrete (RS) – R$ 227 mi
40º – Barra do Corda (MA) – R$ 227 mi
41º – Araguari (MG) – R$ 225 mi
42º – Tupanciretã (RS) – R$ 224 mi
43º – Santa Maria de Jetibá (ES) – 223 mi
44º – Ipiranga do Norte (MT) – R$ 221 mi
45º – Pedra preta (MT) – R$ 218 mi
46º – Rio Paranaíba (MG) – R$ 217 mi
47º – Tibagi (PR) – R$ 216 mi
48º – Coromandel (MG) – R$ 216
49º – Correntina (BA) – 215 mi
50º – Dom Pedrito (RS) – R$ 211 mi
51º – Brasnorte (MT) – R$ 211 mi
52º- Patos de Minas (MG) – R$ 209 mi
53º – João Pinheiro (MG) – R$ 208 mi
54º – Itaqui (RS) – R$ 206 mi
55º – Toledo (PR) – R$ 206 mi
56º – Frutal (MG) – R$ 202 mi
57º – Bom Jardim (MA) – R$ 202 mi
58º – Mineiros (GO) – R$ 201 mi
59º – Juazeiro (BA) – R$ 200 mi
60º – Tangará da Serra (MT) – R$ 199 mi
61º – Linhares (ES) – R$ 199
62º – Campos Novos (SC) – R$ 197 mi
63º – São Gabriel (RS) – R$ 195 mi
64º – Cachoeira do Sul (RS) – R$ 193 mi
65º – Monte Alegre de Minas (MG) – R$ 192 mi
66º – Ibiá (MG) – R$ 192 mi
67º – Casa Branca (SP) – R$ 192 mi
68º – Buritis (MG) – R$ 191 mi
69º – Santa Rita do Trivelato (MT) – R$ 191 mi
70º – Tasso Fragoso (MA) – R$ 191 mi
71º – Limoeiro do Norte (CE) – R$ 190 mi
72º – Tapurah (MT) – R$ 188 mi
73º – Rondonópolis (MT) – R$ 183 mi
74º – Lagoa da Confusão (TO) – R$ 178 mi
75º – Santo Antônio do Leste (MT) – R$ 177 mi
76º – Querência (MT) – R$ 177 mi
77º – Poxoréo (MT) – R$ 176 mi
78º – Cascavel (PR) – R$ 176 mi
79º – Santa Vitória do Palmar (RS) – R$ 176 mi
80º – São Félix do Xingú (PA) – R$ 175 mi
81º – Buriticupu (MA) – R$ 173 mi
82º – Catalão (GO) – R$ 173 mi
83º – Pompéu (MG) – R$ 172 mi
84º – Maracajú (MS) – R$ 170 mi
85º – Luziânia (GO) – R$ 169 mi
86º – Palmeira das Missões (RS) – R$ 169 mi
87º – Rio Brilhante (MS) – R$ 168 mi
88º – Barra do Choça (BA) – R$ 165 mi
89º – Sinop (MT) – R$ 165 mi
90º – Alto Garças (MT) – R$ 164 mi
91º – Ibicoara (BA) – R$ 164 mi
92º – Santana do Livramento (RS) – R$ 164 mi
93º – Cacoal (RO) – R$ 163 mi
94º – Ipameri (GO) – R$ 161 mi
95º – Guarapuava (PR) – R$ 157 mi
96º – Aguaí (SP) – R$ 157 mi
97º – São Lourenço do Sul (RS) – R$ 155 mi
98º – Alto Taquari (MT) – R$ 153 mi
99º – Ribas do Rio Pardo (MS) – R$ 153 mi
100º – Costa Rica (MS) – R$ 153 milhões

Sem-categoria

PREFEITURA DE ÁGUA BOA ABRE CONCURSO PARA 375 VAGAS.

Cargos são de nível fundamental, médio e superior.
Os salários variam de R$ 532,62 a R$ 13.200,00.

A Prefeitura de Água Boa (MT) abriu processo seletivo simplificado para 375 vagas temporárias em cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 532,62 a R$ 13.200,00.

Os candidatos aprovados exercerão suas atividades nas Secretarias Municipais de Saúde, Educação, Infraestrutura, Desenvolvimento, Ação Social, Administração, e Planejamento e Finanças da Prefeitura Municipal de Água Boa.

Os cargos de nível superior são de assistente social, biomédico, contador, enfermeiro, fisioterapeuta, médico, médico especialista em ortopedia, odontólogo, odontólogo especialista em endodontia e periodontia, engenheiro civil, psicólogo, psicólogo na área de saúde, professor de educação física, matemática, letras, biologia, história ou geografia e professor de pedagogia.

Os cargos de nível médio são de agente administrativo, agente administrativo na área da saúde, agente de consultório dentário, agente de saneamento, assistente de informática, fiscal de tributos, técnico em enfermagem, técnico laboratorista, técnico em vigilância sanitária, técnico em prótese dentário, técnico em higiene dental, professor magistério, técnico de desenvolvimento infantil e técnico administrativo educacional.

Os cargos de nível fundamental são de atendente, atendente geral da saúde, apoio administrativo educacional (vigia e nutrição e infraestrutura), mecânico, motorista, motorista da saúde, operador de máquinas, operador de máquinas pesadas, agente de serviços gerais, agente de serviços gerais área de saúde, auxiliar de limpeza, auxiliar de limpeza área de saúde, borracheiro, gari, vigilante, vigilante área de saúde e eletricista.

A inscrição deverá ser efetuada na sede da Prefeitura Municipal de Água Boa, situada na Avenida Planalto, nº 410, Bairro Centro, até 6 de dezembro, das 8h às 11h e das 14h às 17h. A taxa varia de R$ 10 a R$ 25.

A prova objetiva está prevista para 15 de dezembro, das 19h às 22h, nas Escolas Municipais e órgãos municipais de Água Boa. (G1).

Sem-categoria

EXECUTIVO, LEGISLATIVO E COMUNIDADE, UNIDOS EM DEFESA DE UMA EMFAQUE SUSTENTÁVEL.

TEXTO E FOTOS HOMERO SERGIO.


Vice-prefeito, vereadores,secretária, técnicos, professores e funcionários posaram para foto histórica.

Ela é querida, admirada e muito cobiçada. E não é para menos, afinal trata-se  da única escola família agrícola que se tem notícia em todo esse mundão chamado Mato Grosso e um modelo para todo país.

E para dar fim a todo tipo de conversa sem fundamento sobre doação de terras da escola, a secretária Janet da SEMEC convidou para debater a situação da EMFAQUE, o poder executivo através do Vice-prefeito João Pizzi, representando o prefeito Fernando Gorgen, a Ação Social na pessoa de Iva Volpi, demais secretários e todo legislativo, além de professores e funcionários. 

O legislativo com seu presidente Valério Fernandes comandando  7 vereadores, compareceram e ouviram a palestra, falaram e deram enorme contribuição ao debate e como disse Luzimar Luz, “saio daqui satisfeito e disposto a lutar para que não tirem um palmo de área da escola”.
João Pizzi declarou todo apoio a escola e contribuiu no debate sobre a questão da energia elétrica da escola que precisa ser resolvida.

Durante a apresentação da técnica administrativa Ana, foram apresentado números da EMFAQUE , com o seus 138 alunos e suas origens mostrando um gráfico que aponta que mais de 30% dos alunos que são de Ribeirão Cascalheira, 24% de Querência e os demais de municípios próximos e também depoimento em vídeo de mãe de aluno confirmando os resultados positivos que a escola mostra em sua família.

Além disso foi abordada sua filosofia educacional calcada na Pedagogia da Alternância que é uma das variáveis somadas com a participação dos pais, a formação integral e promove o desenvolvimento do meio onde atua.

Além da secretária Janet Thomas, da diretora Alda Wentz , professores e das autoridades presentes, ficou clara a posição de não permitir o encolhimento da escola, que hoje é considerado um pólo no estado e de se encontrar soluções de fortalecer a sustentabilidade da entidade reforçando as PPP parcerias, públicos privadas e de melhor se comunicar com a sociedade e mostrar os resultado eficientes de empregabilidade que vários alunos da EMFAQUE tem conquistado. Assim como os exitos na área cultural, esportiva entre outros.

Para celebrar esse encontro inédito na história da escola, a foto acima marcou o encontro de autoridades políticas, educacionais e da comunidade para dar um grito em defesa de contra todo e qualquer tipo de ameaça a esse entidade símbolo de Querência.

Vista aérea da EMFAQUE em foto exclusiva de Homero Sergio.

Sem-categoria

QUERÊNCIA PODE APRESENTAR EMENDA POPULAR DE ATÉ R$ 500 MIL SÓ ATÉ 10 DE DEZEMBRO.

São emendas para estruturar a rede de serviços de atenção básica à saúde, como os prontos-socorros; para melhorias sanitárias nas residências; e para implantar ou melhorar sistemas públicos de abastecimento de água e de esgoto. Os recursos também poderão ser destinados à melhoria do sistema de tratamento de lixo.

Os Municípios brasileiros com até 50 mil habitantes podem encaminhar até dia 10 de dezembro os formulários com as emendas de iniciativa popular que serão incluídas na proposta orçamentária para 2012 e destinadas à área da Saúde. A decisão foi tomada pelo relator da Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) e aprovada pelos demais integrantes do órgão. Na última quinta-feira, 17 de novembro, a regulamentação  da nova modalidade foi aprovada.

Os prefeitos no entanto devem lembrar que anualmente existe disputa entre parlamentares e governo federal para que as emendas sejam pagas. Obstruções são programadas e executadas nos trabalhos da Câmara e Senado, como forma de obrigar o executivo a pagar as emendas. “A execução do orçamento depende exclusivamente do interesse do executivo federal. Estas emendas não são impositivas e podem não ser executadas no próximo ano”, lembra o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski.

A iniciativa do relator da CMO vai permitir emendas para estruturar a rede de serviços de atenção básica à saúde, como os prontos-socorros; para melhorias sanitárias nas residências; e para implantar ou melhorar sistemas públicos de abastecimento de água e de esgoto. Os recursos também poderão ser destinados à melhoria do sistema de tratamento de lixo.

Antes disso, as Câmaras municipais e as prefeituras, conjuntamente, deverão realizar audiências públicas com a população para decidir como o dinheiro deve ser aplicado. Em seguida deve enviar a ata desta audiência com o formulário eletrônico preenchido e assinado pelo prefeito a Comissão Mista de Orçamento até o prazo determinado.

Estado Município População* Valor Destinado

 Canabrava do Norte 4.770 R$ 300.000,00

Canarana 19.011 R$ 500.000,00

Carlinda 10.890 R$ 500.000,00

Castanheira 8.265 R$ 400.000,00

Chapada dos Guimarães 17.980 R$ 500.000,00

Cláudia 11.122 R$ 500.000,00

Cocalinho 5.500 R$ 400.000,00

Colíder 30.974 R$ 600.000,00

Colniza 27.616 R$ 600.000,00

Comodoro 18.418 R$ 500.000,00

Confresa 25.683 R$ 600.000,00

Conquista d’Oeste 3.446 R$ 300.000,00

Cotriguaçu 15.455 R$ 500.000,00

Curvelândia 4.892 R$ 300.000,00

Denise 8.604 R$ 400.000,00

Diamantino 20.475 R$ 600.000,00

Dom Aquino 8.152 R$ 400.000,00

Feliz Natal 11.253 R$ 500.000,00

Figueirópolis D’Oeste 3.756 R$ 300.000,00

Gaúcha do Norte 6.423 R$ 400.000,00

General Carneiro 5.079 R$ 400.000,00

Glória D’Oeste 3.118 R$ 300.000,00

Guarantã do Norte 32.524 R$ 600.000,00

Guiratinga 14.037 R$ 500.000,00

Indiavaí 2.423 R$ 300.000,00

Ipiranga do Norte 5.381 R$ 400.000,00

Itanhangá 5.419 R$ 400.000,00

Itaúba 4.482 R$ 300.000,00

Itiquira 11.653 R$ 500.000,00

Jaciara 25.789 R$ 600.000,00

Jangada 7.739 R$ 400.000,00

Jauru 10.255 R$ 500.000,00

Juara 32.948 R$ 600.000,00

Juína 39.350 R$ 600.000,00

Juruena 11.670 R$ 500.000,00

Juscimeira 11.381 R$ 500.000,00

Lambari D’Oeste 5.491 R$ 400.000,00

Lucas do Rio Verde 47.570 R$ 600.000,00

Luciára 2.203 R$ 300.000,00

Marcelândia 11.819 R$ 500.000,00

Matupá 14.395 R$ 500.000,00

Mirassol d’Oeste 25.494 R$ 600.000,00

Nobres 15.003 R$ 500.000,00

Nortelândia 6.374 R$ 400.000,00

Nossa Senhora do Livramento 11.579 R$ 500.000,00

Nova Bandeirantes 12.003 R$ 500.000,00

Nova Brasilândia 4.495 R$ 300.000,00

Nova Canãa do Norte 12.174 R$ 500.000,00

Nova Guarita 4.877 R$ 300.000,00

Nova Lacerda 5.544 R$ 400.000,00

Nova Marilândia 2.979 R$ 300.000,00

Nova Maringá 6.793 R$ 400.000,00

Nova Monte verde 8.190 R$ 400.000,00

Nova Mutum 33.034 R$ 600.000,00

Nova Nazaré 3.109 R$ 300.000,00

Nova Olímpia 17.771 R$ 500.000,00

Nova Santa Helena 3.487 R$ 300.000,00

Nova Ubiratã 9.492 R$ 400.000,00

Nova Xavantina 19.782 R$ 500.000,00

Novo Horizonte do Norte 3.767 R$ 300.000,00

Novo Mundo 7.511 R$ 400.000,00

Novo Santo Antônio 2.068 R$ 300.000,00

Novo São Joaquim 5.924 R$ 400.000,00

Paranaíta 10.717 R$ 500.000,00

Paranatinga 19.593 R$ 500.000,00

Pedra Preta 15.920 R$ 500.000,00

Peixoto de Azevedo 31.169 R$ 600.000,00

Planalto da Serra 2.714 R$ 300.000,00

Poconé 31.856 R$ 600.000,00

Pontal do Araguaia 5.522 R$ 400.000,00

Ponte Branca 1.744 R$ 300.000,00

Pontes e Lacerda 41.741 R$ 600.000,00

Porto Alegre do Norte 10.911 R$ 500.000,00

Porto dos Gaúchos 5.432 R$ 400.000,00

Porto Esperidião 11.110 R$ 500.000,00

Porto Estrela 3.568 R$ 300.000,00

Poxoréo 17.412 R$ 500.000,00

Querência 13.475 R$ 500.000,00

Reserva do Cabaçal 2.583 R$ 300.000,00

Ribeirão Cascalheira 9.001 R$ 400.000,00

Ribeirãozinho 2.216 R$ 300.000,00

Rio Branco 5.068 R$ 400.000,00

Rondolândia 3.638 R$ 300.000,00

Rosário Oeste 17.601 R$ 500.000,00

Salto do Céu 3.841 R$ 300.000,00

Santa Carmem 4.122 R$ 300.000,00

Santa Cruz do Xingu 1.966 R$ 300.000,00

Santa Rita do Trivelato 2.585 R$ 300.000,00

Santa Terezinha 7.484 R$ 400.000,00

Santo Afonso 3.001 R$ 300.000,00

Santo Antônio do Leste 3.898 R$ 300.000,00

Santo Antônio do Leverger 18.695 R$ 500.000,00

São Félix do Araguaia 10.716 R$ 500.000,00

São José do Povo 3.633 R$ 300.000,00

São José do Rio Claro 17.460 R$ 500.000,00

São José do Xingu 5.266 R$ 400.000,00

São José dos Quatro Marcos 18.945 R$ 500.000,00

São Pedro da Cipa 4.209 R$ 300.000,00

 Sapezal 18.879 R$ 500.000,00

Serra Nova Dourada 1.392 R$ 300.000,00

Tabaporã 9.862 R$ 400.000,00

Tapurah 10.722 R$ 500.000,00

Terra Nova do Norte 11.107 R$ 500.000,00

Tesouro 3.436 R$ 300.000,00

Torixoréu 4.013 R$ 300.000,00

União do Sul 3.727 R$ 300.000,00

Vale de São Domingos 3.052 R$ 300.000,00

Vera 10.326 R$ 500.000,00

Vila Bela da Santíssima Trindade 14.633 R$ 500.000,00

Vila Rica 21.827 R$ 600.000,00

Sem-categoria

SENADORES EM QUERÊNCIA VISITAM FAZENDA TANGURO.

NOVO CÓDIGO FLORESTAL

Senadores que integram a Comissão de Meio Ambiente observam como é feita recuperação em áreas de preservação permanente.

GUSTAVO OLIVEIRA -ESPECIAL PARA O *****QUERÊNCIAHOJE*****.

Da Reportagem

Senadores da Comissão de Meio Ambiente (CMA), que estão trabalhando no projeto do novo Código Florestal realizaram no último dia 12 de novembro, no município de Querência, uma diligência externa para conhecer experiências de agricultura sustentável e recomposição de áreas de preservação permanente (APPs) e reservas legais.

A diligência foi liderada pelo presidente da Comissão de Meio Ambiente, senador Rodrigo Rollemberg (PSB/DF), e contou com os senadores Jorge Viana (PT/AC), Waldemir Moka (PMDB/MS) e os senadores de Mato Grosso, Blairo Maggi (PR), Pedro Taques (PDT) e Jayme Campos (DEM).

Os senadores visitaram a fazenda Tanguro, do Grupo Amaggi, empresa da família do senador Blairo Maggi e considerada modelo em práticas ambientais sustentáveis. A propriedade tem 80 mil hectares, dos quais 36 mil cobertos com soja.

Durante sete horas os senadores percorreram a fazenda e, primeiro, observaram como é feita a recuperação da mata em áreas de preservação. Foram mostrados exemplos em que a floresta se recompõe naturalmente e  o modelo em que é utilizado um coquetel de sementes de plantas forradeiras e posteriormente o plantio manual de cada árvore para recompor o ambiente em áreas próximas de rios e cursos de água.

Os parâmetros mínimos para a recomposição de APPs ao longo dos rios é um dos aspectos mais polêmicos do novo código. O substitutivo em exame no Senado já prevê obrigação de o proprietário que desmatou recompor pelo menos15 metrosde mata ciliar em rios com até dez metros de largura. Nesse sentido, o senador Rodrigo Rollemberg apresentou emenda propondo faixas de mata a serem recuperadas, em dimensões que variam conforme a largura dos rios. O parlamentar busca acordo entre os senadores para incluir a emenda no relatório sobre o projeto que o senador Jorge Viana apresentará na CMA, onde o texto tramita neste momento.

O senador Blairo Maggi disse aos seus colegas que para grandes produtores o impacto econômico se a faixa de recuperação for de 15, ou50 metros, pouco importa, o grande problema será para os pequenos produtores. “O Senado tem que pensar numa forma do novo Código Florestal contemplar estes pequenos produtores e ajudá-los a recompor as suas áreas”, afirmou o senador Waldemir Moka.

Já o senador Jayme Campos, que também é produtor rural, contou a seus colegas que em uma de suas propriedades, no município de Alta Floresta, está recuperando1.200 hectaresem APPs e por se tratar de uma área em que é praticado a pecuária, o custo de implantação é mais alto pelo fato de que a área deve ser cercada, para evitar que o gado destrua a área que vai ser formada para preservação. Já nas áreas de agricultura, como a que foi visitada em Querência, não há a necessidade de cercas.

O senador Pedro Taques, que espera que o novo Código Florestal seja votado ainda este ano no Senado para depois retornar à Câmara Federal, afirmou ter sido positiva a visita em uma grande propriedade para observarem como é feita a recuperação de áreaem uma APP.“Agora temos que achar uma maneira para transportar este exemplo para as pequenas e médias propriedades, que são a maioria no país”, finalizou Taques.

Na próxima quinta-feira, em Brasília, o senador Jorge Viana deve ler seu relatório sobre o novo Código Florestal na CMA, para depois ser votado em plenário antes de voltar para a Câmara para que os deputados se manifestem sobre as modificações feitas pelos senadores.