3 PERGUNTAS PARA VALÉRIO FERNANDES, PRESIDENTE DA CÂMARA DE VEREADORES.

89def957cfb0ab49933b8fe141627982

De Querência:  HOMERO SERGIO.

1- QUANDO É COMO SERÁ A DIPLOMAÇÃO DOS ELEITOS EM OUTUBRO?

Sobre a diplomação dos eleitos, compete a justiça eleitoral estar marcando hora e local da diplomação. Em 2008 foi  na Câmara de Querência mesmo, e caso a justiça entender que deve ser lá novamente, estará à disposição da justiça.

2- QUEM DARÁ POSSE AO NOVO PREFEITO E VICE?

Sobre a posse do novo prefeito, o artigo 74 da lei organica municipal de Querência diz o seguinte: “O prefeito e o vice prefeito prestarão compromisso e tomarão posse no dia 1 de janeiro do ano subsequente ao da eleição em sessão solene da Câmara, após ás 10:00 horas, assumindo o exercício na mesma data” .

3- QUANDO SERÁ A POSSE NOS NOVOS VEREADORES E A ELEIÇÃO DO NOVO PRESIDENTE DA CÂMARA.

Sobre a posse do novos vereadores será no dia 1 fevereiro e na ocasião será eleito a nova mesa diretora. Obrigado e parabens por esta informação a sociedade Querênciana, coloco me a disposição para qualquer esclarecimento, um abraço.

Atualizada.

A diplomação dos eleitos está marcada para dia 18 de dezembro às 13:00 na Câmara Municipal de Querência.

QUATRO FOCOS DE FERRUGEM SÃO DETECTADOS EM MT E PESQUISADORES FAZEM ALERTA.

Quatro focos de ferrugem já são detectados em Mato Grosso e pesquisadores alertam agricultores 

De Rondonópolis – Cairo Lustoza – Olhar Direto/Agência Pauta Pronta

 Quatro focos de ferrugem da soja já foram detectados em Mato Grosso e um em Santa Catarina. Este diagnóstico é preocupante quando se trata da disseminação do fungo Phakopsora pachyrhizi, causador da principal doença da sojicultura. A saída para quem quer ter o controle da lavoura e não amargar prejuízos é monitorar diariamente as plantas e região.

Segundo o pesquisador da Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso (Fundação MT), Ivan Pedro, a ferrugem poderá se espalhar mais cedo nesta safra e de forma mais agressiva. “As condições climáticas da entressafra propiciaram o surgimento do patógeno em plantas tiguera (“ponte verde”) em diferentes regiões do estado. E o que é pior, nestas foram encontradas pústulas viáveis do fungo, o que torna mais preocupante o cenário”.

As principais regiões mato-grossense que merecem atenção especial de toda classe produtora são: Médio Norte, Parecis, Sul e Vale do Araguaia. Para estas, o pesquisador recomenda, além do monitoramento efetivo da lavoura e da região, o acompanhamento da evolução da doença, planejamento correto das aplicações (“timing”), aplicações preventivas (no florescimento da cultura) e com intervalos mais curtos entre si principalmente nas cultivares de ciclo médio e tardio, controle químico através de fungicidas, uso das doses recomendadas e tecnologia de aplicação adequada.

Em função das lavouras já estarem instaladas em praticamente todo estado, a principal medida de controle e manejo da doença que deve ser adotada neste momento a fim de minimizar perdas no campo e garantir a produtividade é o controle químico por meio de fungicidas registrados para a cultura. “Neste, deve-se optar pela utilização de combinações de triazóis com estrobilurinas em todas as aplicações no sentido de se alcançar melhor eficácia e performance de controle”, destaca o pesquisador.

O alerta sobre a ocorrência da ferrugem da soja foi dado por Ivan Pedro e Fabiano Siqueri, em dez cidades de MT onde foi realizado a primeira etapa do Fundação MT em Campo: É Hora de Cuidar. “Levamos para o produtor recomendações que podem auxiliar na condução da lavoura de soja. Ferrugem é um tema que nos preocupa muito e sabemos o estrago que ela pode causar quando o controle foge das mãos do produtor. Ainda há tempo de proteger a lavoura deste terrível fungo”, destaca Siqueri.

Além da ferrugem, os pesquisadores da Fundação MT apresentaram informações sobre manejo de Antracnose (Colletotrichum truncatum) e Mancha Alvo (Corynespora cassiicola), doenças que têm causado sérios danos em algumas regiões produtoras de soja e muitas vezes confundem os produtores com relação à identificação e práticas adequadas de manejo.

A primeira etapa do Fundação MT em Campo: É Hora de Cuidar ocorreu de 19 a 23 de novembro. A segunda será realizada de 03 a 06 de dezembro em duas cidades de Goiás e seis de Mato Grosso.

PROERD EM QUERÊNCIA FORMA 190 JOVENS E 80 PAIS.

DE QUERÊNCIA: HOMERO SERGIO.

Numa solenidade bastante concorrida e prestigiada, aconteceu na noite desta quarta-feira a formatura do PROERD. Trata-se do Programa educacional de resistência ás drogas e a violência e que tem em Querência a integração da PM, do poder público executivo e legislativo, da Secretaria de Educação e do Ministério Público entre outros.

Presentes na quadra da E.E 19 de Dezembro, o prefeito Fernando Gorgen, o vice João Pizzi, o promotor Daniel Mariano, a Secretária de Educação Rosita Hahn, o Capitão da PM Genésio Moraes, o Presidente da Câmara Valério Fernandes, diretores de escolas públicas, Alegria do Saber, Estadual Querência, 19 de Dezembro e a particular Cefique.

O PROERD é desenvolvido em todo Brasil pela PM com objetivo de valorização da vida e da importância de manter-se longe das drogas e da violência. Os alunos terão contato com os riscos físicos e emocionais do uso do álcool, cigarro, maconha, inalantes sobre o cérebro.

No PROERD PAIS e reforçada a importância da amizade e de estimulo a prevenção como forma de preparar o jovem para o futuro.

Na cerimômia, o Soldado Eduardo foi cumprimentado pela dedicação com que toca o projeto na cidade e em sua fala, o prefeito Fernando conclamou a futura secretária de educação a manter e apoiar o projeto de tanta importância para os jovens.

3 PERGUNTAS PARA O PRESIDENTE ELEITO DA OAB, MARCELO DA CUNHA MARINHO.

POR HOMERO SERGIO.

1-    Como avalia a eleição par OAB tanto aqui como em nível estadual?

A eleição da OAB aqui para nós significa a maior oportunidade que podemos ter para trabalharmos junto a OAB//MT para criarmos nossa Subseção. Querência terá a grande chance de mais uma vez se consolidar como pólo regional e a criação da OAB aqui faz parte do processo. Em nível estadual, a classe dos advogados anseia por respeito a nossas prerrogativas bem como valorização profissional, tendo em vista fazermos parte de uma das mais importantes categorias profissionais do país.

2-    Quaando a nova direção fará a primeira reunião e definirá metas de atuação.

A primeira reunião será realizada na segunda quinzena de janeiro, após passado o recesso de final de ano.

3-    Qual o significado da sua eleição para a população da cidade e região?

A escolha da presidência da 19ª subseção da OAB/MT, com sede em Canarana, teve como significado o anseio não só da maioria dos advogados atuantes nesta comarca,  mas também da sociedade querenciana, que  busca cada vez mais trazer oportunidades de gerenciamento  e reconhecimento pelo destaque econômico de ascensão que vem apresentando no Estado do Mato Grosso.

Ter um presidente da OAB aqui no município fará com que as forças sejam somadas na busca de melhorias para município, tais como delegacia, a nomeação de um delegado, a criação da OAB no município.

A população de Querencia deve ficar orgulhosa de ter um querenciano no comando da OAB pelos próximos 03 anos. É a primeira vez que isso acontece.

O poder executivo terá mais um aliado para buscar melhorias para o município. A OAB estará mais próxima da população. De fato Querência se firma como pólo regional, como a cidade que mais se desenvolve na região. Temos um grande trabalho pela frente se Deus quiser grandes conquistas virão.

LUTO NO JORNALISMO. JOELMIR DA BAND MORRE AOS 75.

O jornalista Joelmir Beting, de 75 anos, morreu por volta da 1 hora desta quinta-feira, 29, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internado desde o dia 22 de outubro para tratar de uma doença autoimune, quando o sistema imunológico ataca e destrói, por engano, tecidos saudáveis do organismo. Ele respirava com auxílio de aparelhos desde o último domingo, 25, após sofrer um acidente vascular encefálico (AVE) hemorrágico. Segundo boletim médico, Joelmir estava em estado de coma irreversível. 

Jolemir estava internado no Hospital Albert Einstein desde o dia 22 de outubro - Divulgação
Divulgação
Jolemir estava internado no Hospital Albert Einstein desde o dia 22 de outubro

 O corpo do jornalista é velado no Cemitério do Morumbi, na zona sul, atpe as 14h. O velório será aberto ao público e a cremação está marcada para as 16h no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. A cerimônia será restrita à família.

Vida e carreira. Nascido em 21 de dezembro de 1936 na cidade de Tambaú, interior paulista, Joelmir Beting trabalhava atualmente na TV Bandeirantes, onde fazia comentários sobre economia e apresentava o programa de entrevistas Canal Livre. Ainda em Tambaú, chegou a trabalhar como boia-fria. Em 1957 começou a cursar a faculdade de sociologia na Universidade de São Paulo (USP) e no mesmo ano iniciou sua carreira jornalística na Rádio Jovem Pan e nos jornais O Esporte e Diário Popular, como repórter esportivo.

Veio da sua paixão pelo futebol a expressão “gol de placa”, uma das marcas de Joelmir – palmeirense assumido. Depois de um gol marcado por Pelé numa partida contra o Fluminense, no Maracanã, em 1961, o jornalista mandou encomendar uma placa de bronze para homenagear o atleta. A partir de então, narradores de jogos de futebol começaram a sugerir o prêmio a cada belo gol, o que acabou popularizando a expressão.

Jornalismo econômico. Na década de 1960, Joelmir resolveu partir para o noticiário econômico. No final dos anos 60, assumiu a editoria de economia da Folha de S.Paulo. Em 1970, lançou uma coluna diária, republicada em centenas de jornais com o selo da Agência Estado. Nesse período, levava notícias da economia também às rádios Jovem Pan, Gazeta, Bandeirantes e CBN, além de emissoras de televisão (Gazeta, Record, Bandeirantes e Globo). Com a coluna, como o próprio jornalista definia em seu site pessoal, explicou o “economês”. “Vulgarizei a informação econômica, fui chamado nos meios acadêmicos enciumados de ‘Chacrinha da Economia'”, ironizou.

Em 1991, ele se transferiu para o Estado, onde permaneceu até janeiro de 2004, quando voltou para a Band. Joelmir também escreveu dois livros e ensaios em revistas semanais e passou pelas tevês Gazeta, Record, Globo e Bandeirantes.

ESTADÃO. Com informações da rádio Jovem Pan.