Sem-categoria

A 163 É DA ODEBRECHT.

442607

Empresa ofereceu o menor preço de pedágio; motorista que viajar entre a divisa com MS e Sinop vai desembolsar R$ 22,45

A empreiteira Odebrecht apresentou o menor valor de pedágio e venceu o leilão dos 850 quilômetros de rodovia da BR-163, em Mato Grosso, realizado ontem na BM&F Bovespa, em São Paulo.

A tarifa oferecida pela empresa foi de R$ 2,638 para cada 100 quilômetros rodados. O valor representa menos da metade do teto fixado pelo governo, que era de R$ 5,50.

A tarifa oferecida pela vencedora representou um deságio de 52%. Ao todo sete grupos participaram do leilão, realizado na manhã de ontem (27). O tempo de concessão da rodovia será de 30 anos.

O trecho de 850,9 quilômetros vai desde a divisa com Mato Grosso do Sul até a cidade de Sinop (477 km ao norte de Cuiabá) e atravessa 19 municípios do Estado.

A previsão é que sejam aplicados na duplicação e conservação da rodovia aproximadamente de R$ 3,6 bilhões. Outros serviços como, a construção de passarelas e anéis viários, também estão incluídos no pacote.

De acordo com o edital, o pedágio somente poderá ser cobrado após 10% dos investimentos em duplicação serem realizados. A empresa terá um prazo de cinco anos para fazer este serviço inicial.

Conforme informações do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a concessionária vencedora será responsável por duplicar 453,6 km. O Dnit informou que aproximadamente metade dos 850 km já estria em fase de duplicação, por volta de 395 km.

A BR-163 terá nove praças de pedágios localizadas nos quilômetros 38, 138, 237, 300, 402, 515, 582, 667 e 772. Respectivamente nos municípios de Itiquira (355 km ao sul de Cuiabá), Rondonópolis(217 km ao sul de Cuiabá), Campo Verde (134 km ao sul de Cuiabá), Santo Antônio do Leverger (33 km ao sul de Cuiabá), Jangada (74 km a médio-norte de Cuiabá), Diamantino (188 km a médio-norte de Cuiabá), Nova Mutum (239 km ao norte de Cuiabá), Lucas do Rio Verde (332 km ao norte de Cuiabá) e Sorriso no quilometro 772 (395 km ao norte de Cuiabá).

Um carro de passeio que percorrer toda a rodovia gastará com aproximadamente R$ 22,45. O valor altera para veículos de grande porte, onde cada eixo é levado em consideração para calcular o valor final.

Este é o segundo trecho a ser leiloado pelo governo dentro do Plano de Investimento em Logística (PIL). O primeiro foi o da BR-050, entre os estados de Goiás e Minas Gerais, em setembro pelo consórcio Planalto.

O próximo leilão está marcado para o dia 4 de dezembro. Serão leiloados trechos das BRs 060-153-262, entre Brasília e Betim. Dia 17 será o leilão do trecho da BR-163 em Mato Grosso do Sul.(DIÁRIO DE CUIABÁ).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s