DILMA ESCALA O TIME COMPLETO.

A presidenta Dilma Rousseff concluiu hoje (31) a reforma ministerial para o segundo mandato, com a indicação do embaixador Mauro Luiz Iecker Vieira para o Ministério das Relações Exteriores e a confirmação no cargo de 13 ministros do atual governo. Vieira é o atual embaixador do Brasil em Washington e trocará de posto com o atual ministro Luiz Alberto Figueiredo, que deixará a Esplanada para assumir a embaixada brasileira nos Estados Unidos. Figueiredo estava no governo desde agosto de 2013.

Permanecerão nos cargos no segundo mandato os ministros da Casa Civil, Aloizio Mercadante; da Saúde, Arthur Chioro; da Justiça, José Eduardo Cardozo; da Secretaria de Diretos Humanos, Ideli Salvatti; do Meio Ambiente, Izabella Teixeira; da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos; da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci de Oliveira; do Gabinete de Segurança Institucional, José Elito Carvalho Siqueira; da Advocacia-Geral da União, Luís Inácio Adams; do Trabalho, Manoel Dias; da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Marcelo Neri; do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello; e da Secretaria de Comunicação Social, Thomas Traumann. Ontem (30), Dilma anunciou o nome de Juca Ferreira para o Ministério da Cultura. (AGÊNCIA BRASIL).

SAIBA QUEM SÃO OS NOVOS MINISTROS.

Veja a lista completa dos nomes de ministros:

Advocacia-Geral da União – Luís Inácio Adams

Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Kátia Abreu

Banco Central – Alexandre Tombini

Casa Civil – Aloizio Mercadante

Cidades – Gilberto Kassab

Ciência, Tecnologia e Inovação – Aldo Rebelo

Comunicações – Ricardo Berzoini

Controladoria-Geral da União – Valdir Simão

Cultura – Juca Ferreira

Defesa – Jaques Wagner

Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior – Armando Monteiro

Desenvolvimento Agrário – Patrus Ananias

Desenvolvimento Social e Combate à Fome – Tereza Campello

Educação – Cid Gomes

Esporte – George Hilton

Fazenda – Joaquim Levy

Gabinete de Segurança Institucional – José Elito Carvalho Siqueira

Integração Nacional – Gilberto Occhi

Justiça – José Eduardo Cardozo

Meio Ambiente – Izabella Teixeira

Minas e Energia – Eduardo Braga

Planejamento, Orçamento e Gestão – Nelson Barbosa

Previdência Social – Carlos Gabas

Relações Exteriores – Mauro Vieira

Saúde – Arthur Chioro

Secretaria da Micro e Pequena Empresa – Guilherme Afif Domingos

Secretaria de Assuntos Estratégicos – Marcelo Neri

Secretaria de Aviação Civil – Eliseu Padilha

Secretaria de Comunicação Social – Thomas Traumann

Secretaria de Diretos Humanos – Ideli Salvatti

Secretaria de Pesca e Aquicultura – Helder Barbalho

Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial – Nilma Lino Gomes

Secretaria de Políticas para as Mulheres – Eleonora Menicucci

Secretaria de Portos – Edinho Araújo

Secretaria de Relações Institucionais – Pepe Vargas

Secretaria-Geral da Presidência – Miguel Rossetto

Trabalho e Emprego – Manoel Dias

Transportes – Antonio Carlos Rodrigues

Turismo – Vinicius Lages

Anúncios

CONFIRMADO: AVIÃO DA AIR ASIA CAIU NO MAR. TV MOSTRA AO VIVO.

indonesia1

O avião da Air Asia com 162 pessoas a bordo caiu mesmo no mar. Pelo menos um corpo e destroços do aparelho desaparecido desde a manhã de domingo (28) foram localizados no mar de Java. As primeiras imagens exibidas pela TV indonésia mostram o que seriam uma porta do avião, um escorregador inflável, malas e coletes salva-vidas.

 Mais cedo, autoridades indonésias investigaram relatos de fumaça vindos de uma ilha. As equipes retomaram nesta manhã o terceiro dia da operação de busca. A área vasculhada foi ampliada. A força-tarefa internacional se concentra agora em 13 zonas no mar e na terra. Segundo a companhia aérea, familiares das vítimas serão levados para sobrevoar o possível local da queda.

Além dos países vizinhos, Estados Unidos, França e Austrália também cooperam com a investigação no mar de Java, onde foi registrada a última posição conhecida do voo QZ8501.

MALASIA2

Uma mala de passageiro foi resgatada do mar.

RAIO ATINGE 9 PESSOAS EM PRAIA GRANDE E DEIXA CINCO MORTOS.

14363207

Em decorrência da forte chuva, a queda de um raio, na Praia do Canto do Forte, em Praia Grande, deixou cinco banhistas mortos e quatro feridos na tarde de hoje. Segundo testemunhas, os banhistas estariam em um quiosque, na Orla da Praia.

Informações preliminares afirmam que uma gestante estaria entre os mortos . Os outros quatro banhistas atingido estão internados em estado gravíssimo no Hospital Irmã Dulce. Duas estão em estado gravíssimo

Equipes do Salvamento Aquático do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) se deslocaram ao local e prestaram socorro às vítimas.

2015: TEMPO DE ECONOMIA.

Saiba equilibrar suas contas

Marisol França, especial para A Gazeta

 Entre 2015 no azul! Para os estudiosos em finanças como o economista Vitor Galesso a população brasileira passa por uma fase de perda de confiança nos governantes, e acredita que situações de crise, podem vir a acontecer a partir do segundo trimestre do próximo ano. Pensando em diminuir o impacto dessa possível recessão algumas táticas podem ser aplicadas para manter o equilíbrio nas receitas e ter sucesso na nova jornada que se inicia.

Curiosa, Nilza Oliveira, 32, cabeleireira, quer saber qual a melhor maneira de não passar apuros logo de cara no novo ano. A maior preocupação dela é com o cartão de crédito usado para as festas e com a renovação do contrato do aluguel. Para casos como o da cabeleireira, o economista Edisantos Amorim orienta que é preciso saber quais são as prioridades. O cartão de crédito é um serviço que precisa ser pontual no pagamento para que não se transforme em problema. Sempre que pagar pague a fatura cheia.

“Nunca pague aquele valor mínimo. Isso é ilusório, a dívida vai continuar ali e só vai aumentar para o próximo mês”. Já com relação ao aluguel, ele explica que a margem de negociação é maior que com o cartão.

Em alguns casos pode ser feito diretamente com o dono do imóvel e isso dá um tempo maior para encaixar o ajuste no orçamento. “ Qualquer alteração de preços em aluguel, tem que ser feita com prévio comunicado e concordância do inquilino. Cabe então um acordo na data e um planejamento orçamentário”. orienta o economista.

Já o pedreiro Antonio João Dias Correia, 54, quer viajar. “O início das aulas é momento mais difícil para mim. Tenho três filhos e fazer a matricula, comprar os uniformes, o material escolar pesa muito”.

Como a escola é algo que está no planejamento é preciso então conter os gastos naquilo que a antecede, como a viagem. A dica é que se possível escolher lugares cuja passagem, e tudo que a envolve esteja mais em conta e ainda agrade a família.

“Não preferir os pontos turísticos mais disputados ajuda muito”, indica economista. Outra sugestão para poupar os gastos é reduzir o tempo fora. Se for uma viajem para 15 dias por exemplo analisar se é realmente necessário esse tempo ou quem sabe pode reduzir para 10 dias e ter uma reserva maior para os estudos. Uma boa saída também é tentar fazer a comida.

“Alimentação em viagens sempre sai caro quando se come muito na rua ou em restaurantes. O ideal, é que dependendo de onde esteja hospedado, se possa cozinhar as refeições”. Caso ainda possa comprometer o ano letivo das crianças e em último caso pode-se avaliar a ideia de adiar, re-planejar a viagem para um momento mais propício para que não fique no vermelho.

Planejar. Está é a palavra chave para manter as finanças em dia de acordo com a enfermeira Aparecida Barbosa Pinto, 47, que à dois anos economiza para trocar de carro. “ Eu vou realizar este sonho agora. Gostaria de ter feito isso antes mas como eu sei que as coisas vão apertar, quero pagar à vista. Não quero ter dívidas. Por isso me organizei, planejei e esperei mais um tempo para poder juntar mais dinheiro. Só agora vai dar certo e eu vou ter um bem e não uma preocupação” comenta aliviada a enfermeira.

Aparecida está de parabéns! Porque de acordo com Edisantos esse é o melhor caminho para a concretização dos projetos de vida. Planejar, saber esperar o melhor momento e perceber o mercado. “Tudo que se compra à vista sai mais barato. Com dinheiro em caixa a negociação é mais favorável, não se tem juros e dentre todos os clientes é o preferencial”. Ele completa, “Com o dinheiro na mão o consumidor tem descontos bem maiores”.

O consultor financeiro João Paulo Fortunato diz que para entrar com o pé direito em 2015 é preciso evitar as tentações ainda em 2014 e tentar usar o décimo terceiro salário e se a caso tiver férias, usar uma parte para quitar as dívidas. “Avaliar o encerramento do ano que se passa é importante. Fazer um diagnóstico dos erros cometidos ajuda a não se repetirem”. E se precisar comprar à prazo negocie para que nas parcelas não tenha juros. Ele acrescenta, “Além de começar o ano sem dívidas o ideal é fazer uma aplicação de renda fixa atrelado ao Certificado de Depósito Interbancário (CDI), que mantém uma boa margem de rentabilidade”.

PERTO DE TER 1000 ÔNIBUS, MT É REFERÊNCIA NO TRANSPORTE ESCOLAR.

32f9d0bdb21b618f33d447f0e7e0f3d5

Em cinco anos de gestão, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc/MT) em parceria com o Governo Federal realizou a distribuição de 986 ônibus escolares por meio do Programa “Caminho da Escola”. No total foram investidos R$ 171.761.278,16 entre os anos de 2010 e 2014, recursos estes que beneficiam os 141 municípios de Mato Grosso.

No total foram 984 ônibus e 02 barcos escolares para transporte de alunos, via fluvial, em Canarana e Gaúcha do Norte. Com a entrega de 2014, que ocorreu em agosto e novembro, onde 146 veículos foram distribuídos, foram investidos R$ 33.014.760,00, chegando ao patamar de 70% da frota foi renovada.

A entrega dos ônibus reforçou o processo de modernização do transporte escolar do Estado iniciado em 2010, mediante convênio entre Seduc e Ministério da Educação (MEC). O repasse de recursos feitos aos municípios nos cinco anos de gestão alcançando R$ 273.084.370,14, destinado à manutenção dos ônibus escolares: peças, combustíveis, pneus, serviços terceirizados e outros. O repasse financeiro destinado ao município é calculado com base na distância percorrida (trajeto) de ida e volta entre a residência do aluno e a escola, e o total de estudantes da rede estadual de ensino transportados. Somente em 2014, 75.047 alunos foram beneficiados pelo transporte escolar. (SECOM-MT).

INFLAÇÃO DO ALUGUEL FECHA 2014 EM 3,69%

O índice desacelerou 0,36% em relação a novembro. Na comparação com 2013, a queda foi de 1,82%, quando o IGP-M atingiu 5,51%

 

A inflação medida pelo índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) caiu para 0,62% em dezembro, após registrar alta de 0,98% no mês anterior. Os dados são da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Com o indicador deste mês o índice fechou o ano com alta de 3,69%, menor marca desde 2009, quando o índice atingiu 1,72%. Em relação a 2013 a queda foi de 1,82%, quando o IGP-M atingiu 5,51%.

O indicador é utilizado como referência para o reajuste de contratos, principalmente os de aluguel.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que também entra no cálculo da inflação do aluguel, registrou em dezembro variação de 0,25%, abaixo do resultado de novembro, de 0,30%.