SAÚDE.

SECRETARIA DE SAÚDE DEFINE CALENDÁRIO 2015.

Saúde divulga calendário de vacinação.

LORRANA CARVALHO
Assessoria/SES-MT

Estar com a vacinação em dia é um dos cuidados essenciais à saúde tanto de crianças, quanto jovens, adultos e idosos. Por isso, a Secretária de Estado de Saúde (SES), por meio da Gerência de Vigilância em Doenças e Agravos Imunopreviníveis, apresenta o calendário nacional de vacinas para 2015.

O calendário é definido pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), disponibilizado através do Ministério da Saúde e traz o conjunto de vacinas disponíveis, gratuitamente, à população no Sistema Único de Saúde (SUS).

Ao todo são 22 tipos vacinas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde, contra mais de 40 tipos de doenças. Entre elas estão a paralisia infantil, sarampo, caxumba, rubéola, HPV, febre amarela, hepatite, meningite, entre outras doenças contagiosas. Este ano as campanhas nacionais de vacinação começam em março com a vacina contra o Papilomavirus Humano (HPV), as demais terão seu “Dia D” distribuído ao longo do ano.

Importante na prevenção contra diversas doenças, a vacina estimula o sistema imunológico a produzir anticorpos que destroem os micro-organismos invasores (bactérias ou vírus) tornando a pessoa, assim, imunizada. Cada faixa etária tem sua vacina específica e todas, com exceção da Influenza, ficam disponíveis fora do período de campanhas.

Em nota divulgada no inicio deste mês, a Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde, informou que devido a um problema na produção e distribuição, os estados poderão ficar sem algumas vacinas.

A Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Estadual de Saúde informa que ainda não há falta de imunobiológicos em Mato Grosso, devido ao remanejamento realizado. Porém, os municípios estão sendo orientados a otimizar as doses para que a população não fique sem atendimento. De acordo com o Ministério da Saúde, há previsão para regularizar a situação, a partir de fevereiro.

Situações especiais – Algumas situações especiais merecem maior atenção quando se fala em imunização, principalmente no caso dos viajantes. Adquirir uma doença durante viagens é um risco comum e aos que escolhem áreas endêmicas como roteiro de viagem, manter as vacinas em dia torna-se um pré-requisito.

Nos Estados Unidos cinco estados estão em alerta devido a um surto de sarampo, que teve origem na Disneylândia, ao sul de Los Angeles, em dezembro de 2014.

Embora o Brasil detenha o certificado de erradicação da doença desde 2010, concedido pela Organização Mundial da Saúde, é importante que todos mantenham a vacinação em dia para que a infecção não se espalhe pelo país. Em Mato Grosso não há registros de casos confirmados de sarampo desde 1999.

Garantir a imunização é simples e fácil, basta procurar um dos 722 postos de saúde distribuídos no Estado, com o cartão de vacinação em mãos. Para saber quais vacinas devem ser tomadas em cada faixa etária, clique aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s