APÓS SUSTO, MÃE DE ALUNA ATROPELADA FAZ APELO POR SEGURANÇA NO TRÂNSITO PERTO DE ESCOLA.

heloisa

Foto tirada no dia do acidente, fornecida e autorizada pela mãe, como alerta dos cuidados devidos com as crianças nas ruas.

RELATO DE UMA MÃE.

No dia 16 de marco recebi no meu trabalho uma ligação da escola Alegria do Saber onde estuda Heloisa Victoria Silveira onde a moça pedia se eu poderia ir até a escola, pois a minha filha havia se machucado. Chegando lá me deparei com movimentação um tanto estranha para um simples tombo…

A minha filha mais velha veio ao meu encontro aos prantos dizendo que a irmã tinha sido atropelada por uma moto. Apavorada entrei na escola e minha filha Heloísa de 8 anos  estava no colo de uma professora. Peguei e a levei até o hospital, pois estava com um hematoma alto perto do olho e ralados pelo corpo. Mas me preocupei por conta da cabeça. Fui ao hospital onde fui atendida na hora e a doutora pediu um RX e deu medicação não foi nada grave foi revelado.

Mas fica minha indignação e da minha família porque quem atropelou não parou “pra prestar socorro”. Sabe se apenas que seria uma moto preta e que carregava outra criança que poderia ser da escola Estadual Querência. Nada além foi apurado até agora. Gostaria como mãe que tivesse mais policiamento nessa rua da escola Alegria do Saber, porque  sabemos que por lá passa muitas motos e até carros em velocidade que isso não deveria acontecer.

Num lugar onde se passa muitas crianças… peço em nome meu e de todas as mães, antes que uma tragédia maior venha acontecer.

Nessa momento Heloisa passou por recomendação médica por uma tomografia e o resultado é bom. Ela voltou para escola pois não quer perdeu aula e não há notícias sobre o causador do acidente.

Agradeço pela atenção: Andréia Pricila Souza, mãe da Heloisa.

ESCOLA

Ouvida pela reportagem do portal, a professora e ex-diretora da escola Rosana Grellman relatou que deram todo apoio no atendimento e que sistematicamente a SEMEC promove campanhas de atenção ao trânsito e pelos professores, e sempre são alertados os alunos sobre cuidados, seja com os que vão a pé e com os ciclistas, mas que reconhece que o trânsito nem sempre é respeitado na cidade, que é uma questão cultural, afirma.

Anúncios

6 pensamentos sobre “APÓS SUSTO, MÃE DE ALUNA ATROPELADA FAZ APELO POR SEGURANÇA NO TRÂNSITO PERTO DE ESCOLA.

  1. concordo com a indignação pela falta de socorro do motoqueiro,também sou mãe porem busco meu filho todos os dias na estadual querência e dou carona a uma vizinha que estuda no alegria do saber…. e garanto que se essa mãe fosse todos os dias buscar as filhas na escola saberia quao é a correria das crianças nessas duas escolas, ainda acho muita sorte que nao aconteça mais acidentes….

  2. Retificação: Realmente a escola deu todo apoio no atendimento e também sistematicamente a SEMEC promove campanhas de atenção ao trânsito. Acredito também que o policiamento na frente da escola precisa ser mais rigoroso, enfim ótima reportagem, mas a diretora não é mais a Maria Rosana Grellman e sim a LENIR TIECKER, a informação correta é o que mostra a credibilidade da notícia.

  3. Primeiramente nao falei em nenhum momento que a Escola nao prestou apoio e sim falei da indignacao sobre o motoqueiro …antes de afirmar qualquer coisa quero que saiba Sr Ana Paula de repente voce nao sabe nada da minha vida antes mesmo de afirmar se vou ou nao levar minhas filhas ate a escola ..entao quero que saiba que independente se naquele dia nao fui iria acontecer de qualquer maneira…entao digo a voce nao julgue sei que e correria a todos so mencionei para que haja sim atencao dobrada a todos para que nao aconteca ate mesmo a seu filho….

  4. Eu também busco meu filho na escola Pequeno Príncipe, e nós como pais e responsáveis devemos ter cuidado dobrado nas ruas em frente as escolas, não esperar por policiamento ou que as crianças tenham cuidado. Deve partir de nós a mudança, afinal é a vida de nossos filhos que corre risco.

  5. È complicado falar desse assunto. Também sou mãe, dirijo carro, ando de bicicleta e busco minhas meninas na escola todos os dias e a cada dia que chego em casa sem maiores sustos, penso” nossa que alívio”. As crianças parecem não terem limites na hora de sair da escola e alguns fecham a rua na hora dos carros passar e não querem dar espaço pra gente passar e se a gente chama sua atenção respondem , mandam passar por cima e muito mais…. Só Jesus na causa…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s