COPILOTO ALEMÃO DE 28 ANOS TERIA LEVADO O AVIÃO CONTRA AS PEDRAS.

1427361510_719172_1427371681_noticia_normal

O procurador de Marselha, Brice Robin, responsável pelas investigações judiciais sobre a queda do Airbus A320 da Germainwings, na última terça-feira (24), disse em entrevista coletiva que o “co-piloto demonstrou uma vontade deliberada de destruir o avião”. Identificado pelo nome de Andreas Lubitz, 28 anos, o co-piloto tinha sido contratado pela Germainwings em setembro de 2013 e não constava da lista de pessoas suspeitas de ligação com o terrorismo.

Segundo o procurador de Marselha, o co-piloto Andreas Lubitz ficou sozinho na cabine nos últimos 10 minutos do voo, antes do choque fatal contra os Alpes franceses. A análise da caixa-preta contendo os últimos 30 minutos de conversas no cockpit revelou que, durante 20 minutos, comandante e co-piloto, ambos alemães, conversam normalmente. Depois, o comandante de bordo prepara o briefing de aterrissagem em Dusseldorf e troca informações com o co-piloto, que passa a responder de forma lacônica. (SAIBA MAIS AQUI)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s