DONOS DO CARTÃO SICREDI VISA PODEM CONCORRER A VIAGENS NA RÚSSIA 2018

Promocao

Promoção estará em vigência até abril de 2018 e tem, entre os prêmios, pacotes de viagem para o evento esportivo na Rússia, cortesia Visa.

A Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 terá início no dia 14 de junho, na Rússia, mas, no Brasil, os preparativos do evento já começaram com o lançamento da promoção Sicredi Visa. O cartão Visa, emitido pelo Sicredi, instituição financeira cooperativa – que possui mais de 3,7 milhões de associados e atuação em 21 estados brasileiros – lança a promoção “Juntos na Rússia com seu Cartão Sicredi Visa”, que terá vigência até 18 de abril de 2018. Nela, mais de dois mil prêmios serão sorteados, como bolas oficiais da Copa do Mundo da FIFA Rússia 2018 da Adidas, vouchers de compras e pacotes de viagem para ir ao evento esportivo, cortesia Visa.

Para participar, é necessário ter o cartão Sicredi Visa, pessoa física ou pessoa jurídica, e
cadastrar-se pelo site http://www.promocaosicredivisa.com.br ou pelos telefones 0800 6427161 e 4020 7161. As transações na função crédito e débito que acumularem um valor mínimo de R$ 120,00 em compras por semana receberão um número da sorte.

“A promoção tem entre seus objetivos beneficiar o associado que faz o uso do cartão como forma de pagamento no dia a dia, afirma Eduardo Goni, gerente da Sicredi Cartões.

A ação da Visa em parceria com o Sicredi já ocorreu nas edições de 2010 e 2014. “Por
patrocinar o evento por mais de 10 anos, sabemos da importância e da expectativa que a Copa do Mundo da FIFA gera nos brasileiros. É com muita satisfação que estendemos os benefícios desse patrocínio ao Sicredi e assim possibilitar que seus associados vivam um momento único na Rússia. Vamos repetir, com certeza, o sucesso das edições anteriores com essa nova campanha”, aposta Eduardo Barreto, vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios da Visa do Brasil.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão valoriza a participação dos 3,7 milhões de associados, os quais exercem um papel de dono do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 21 estados*, com mais de 1.500 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros.

Mais informações estão disponíveis em http://www.sicredi.com.br.
*Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Anúncios

EXCLUSIVO: PREFEITO GORGEN FALA SOBRE A CONFIRMAÇÃO DE QUERÊNCIA COMO 3º MAIOR EXPORTADOR DO MT

Prefeito Gorgen no evento SOJA BRASIL- FOTOS HOMERO SERGIO

Na noite de terça 16, na sede do Sindicato Rural de Querência, durante etapa da Caravana Soja Brasil, o prefeito de Querência que é também produtor rural, falou ao repórter Homero Sergio sobre o impacto da notícia divulgada amplamente no estado, sobre o posicionamento peculiar do município como 3º no ranking dos maiores exportadores no estado de Mato Grosso.

HOMERO: Boa noite prefeito. Fomos surpreendido positivamente nessa semana com a notícia do Ministério da Indústria Comércio  do Brasil, destacou a posição de Querência no ranking e eu gostaria que o sr. clareasse para a população o que significa essa conquista para o morador da cidade e para o sr. como gestor e produtor?

FERNANDO GORGEN: Olha, eu sempre procurei falar sobre o potencial de Querência… e ainda tem mais, no último levantamento nós tínhamos mais 540 mil ha de terra desmatada no município e essa área ainda pode aumentar, porque mesmo com todo travamento, temos muitas áreas de cerrado e essas matas de transição na pior das hipóteses pode abrir 20%, tem fazendas que ainda podem abrir 20% então o município sem dúvida vai plantar perto de meio milhão de ha e isso vai continuar colocando Querência entre os grandes produtores de grãos do Brasil.

Com essa boa notícia, temos que aproveitar para atrair investidores, para poder agregar valor no grão de soja, milho e gerar emprego e renda. Já temos notícias de empresários olhando, empresários visitando a cidade e tem coisa boa para sair.

Tem coisa que não podemos falar antes da hora, mas posso confirmar o interesse dos donos da Fiagrill que planejam 8 unidades no MT e Querência poderia ser contemplada com uma usina de etanol de milho. Já foi inaugurado em Lucas, deverá sair uma em Sinop e a terceira poderá acontecer em Querência e isso, essa posição. Uma coisa é o prefeito dizer isso, a outra é o ministério confirmar e isso é muito bom para a cidade e atrair investidores e gerar empregos para o pai querenciano e a mãe querenciana.

HOMERO: A divulgação dessa notícia cria na população a expectativa de melhorias para o município, e na rádio recentemente o sr. destacou projetos de melhoria. Que podemos ressaltar para o morador, nesse início de ano que acha que poderá dar conta de fazer?

FERNANDO GORGEN: A expectativa é boa com o ano de 2018 melhor. 2017 a questão orçamentária foi péssima, esperávamos 76 milhões e fechamos com 70 e com o crescimento previsto de 83 milhões que não veio, mas fomos em busca de recurso, emenda, convênio com deputados e senadores e as coisas já comeram acontecer. Fechamos 3 convênios semana passada  com a Caixa, Incra e a esperança é grande. Melhorar o próprio orçamento do município, porque nos colhemos esse ano, o resultado da seca de 2 anos atrás. Com a queda de produtividade e no icms caímos de 1.76 para 1.23 e estamos prevendo crescer 1.3 esse ano e se continuar o crescimento, logo logo voltamos para 1.76 e se agente industrializar o produto, a receita melhora muito.

Se vem as indústrias, ai sim vai se criar um déficit em todas as áreas: vai faltar casa, vai faltar infraestrutura, escola, mais isso é bom porque vai gerar empregos, oportunidade. Eu fico um pouco com medo já que o governo do estado deixou tanta coisa sem cumprir que tenho receio de dizer para população os compromisso assumidos mas falo que o asfaltamento do contôrno é um dos grandes sonhos, iniciar o asfaltamento do Pingo D’água, precissssssssamos recuperar o anelviário que está uma vergonha e asfaltar os bairros que faltam, principalmente o setor Industrial, tirar essas famílias da beira da lama. Estamos trabalhando bastante na cultura, no esporte com convênios de mais de um milhão. E por fim o grande sonho que é a ligação da BR 158 com a 242 até Sorriso.

HOMERO: Otimismo então para 2018?

FERNANDO GORGEN: sem dúvida, a economia do país crescendo e com Querência não será diferente crescendo e se desenvolvendo.

PAGAMENTO DO PIS PARA ACIMA DE 60 ANOS SERÁ DIA 24.

1800533
Andreia Verdélio – Repórter da Agência Brasil

Começa no dia 24 de janeiro o pagamento das cotas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) para pessoas com mais de 60 anos que trabalharam com carteira assinada antes da Constituição de 1988. A informação foi divulgada hoje (8) pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

O crédito em conta automático para os beneficiários com conta corrente ou poupança individual na Caixa Econômica Federal e no Banco do Brasil será feito na noite do dia 22 de janeiro. Segundo o ministério, essa nova etapa de saques beneficia mais de 4,5 milhões de cotistas do PIS e do Pasep, que poderão efetuar o saque de R$ 7,8 bilhões disponíveis nas instituições financeiras.

O pagamento das cotas do PIS/Pasep para homens com mais de 65 anos e mulheres com mais de 62 anos, assim como para os demais cotistas com mais de 70 anos, aposentados e herdeiros, será retomado a partir desta segunda-feira (8/1), nas agências e canais da Caixa e do Banco do Brasil.

Em dezembro do ano passado, o presidente Michel Temer assinou a medida provisória (MP) 813/17 que reduz para 60 anos a idade mínima para o saque das cotas do PIS/Pasep. Em agosto, o governo já tinha editado outra MP (797/17) liberando o saque para homens a partir de 65 anos e para mulheres a partir de 62 anos. Até o fim de 2017, R$ 2,2 bilhões foram retirados de 1,6 milhão de contas.

Desde a criação do PIS/Pasep, em 1971, o saque total só podia ser feito quando o trabalhador completava 70 anos, se aposentasse ou tivesse doença grave ou invalidez. As medidas provisórias flexibilizaram as restrições.

Quem contribuiu após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque. Isso ocorre porque a Constituição daquele ano passou a destinar as contribuições do PIS/Pasep das empresas para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

É possível, por meio dos sites www.caixa.gov.br/cotaspis e www.bb.com.br/pasep, consultar se há saldo disponível para saque. Nas páginas, o trabalhador pode visualizar a data de início do pagamento e os canais disponíveis, além da melhor opção de pagamento, antes de se dirigir a um dos canais oferecidos.

Pagamento

Os herdeiros de cotistas falecidos também podem sacar os recursos. Eles deverão comparecer a qualquer agência da Caixa e do Banco do Brasil portando o documento oficial de identificação e o documento que comprove sua condição de beneficiário legal para fazer o saque.

O saque poderá ser feito por outra pessoa que não seja o beneficiário, mediante procuração particular, com firma reconhecida, ou por instrumento público que contenha outorga de poderes para solicitação e saque de valores do PIS/Pasep.

O saque será autorizado após a confirmação do direito nas agências bancárias. No caso do PIS, os pagamentos das cotas com valor até R$ 1,5 mil podem ser feitos no Autoatendimento da Caixa apenas com a senha do Cartão Cidadão. Caso tenha o cartão, o trabalhador poderá fazer o saque nas casas lotéricas e Caixa Aqui, mediante ainda a apresentação de documento oficial de identificação com foto.

Os saques de valores até R$ 3 mil podem ser feitos no Autoatendimento, lotéricas e Caixa Aqui com o Cartão do Cidadão, senha e documento de identificação. Os valores acima de R$ 3 mil devem ser sacados nas agências, apenas mediante apresentação do documento de identificação.

O saque das cotas do Pasep pode ser feito nas agências do Banco do Brasil, com apresentação de documento de identificação oficial com foto. Para aqueles que têm saldo de cotas no valor de até R$ 2,5 mil, está disponível solução para envio a outra instituição financeira, sem custos, pela internet ou pelos terminais de autoatendimento do banco.