ARAGUAIA

PREFEITO DE XAVANTINA CORTA SECRETÁRIOS E SALÁRIOS PARA ENFRENTAR A CRISE.

img55f73917a6fec

Sem dúvida nenhuma, a crise nacional tem afetado diretamente os municípios brasileiros, principalmente os de pequeno porte que necessitam diretamente dos recursos da união e dos estados para sobreviverem.

No Mato Grosso, pelo menos 60 prefeitos já estão com problemas até mesmo para o pagamento da folha, tendo em vista que as despesas vêm aumentando a cada ano e as receitas caindo progressivamente.

Em Nova Xavantina, o prefeito vem tomando uma série de medidas para ajustar as contas do município até o final do ano. Uma delas veio após uma reunião feita com secretários, onde o prefeito apontou a queda da receita e o aumento das despesas e num consenso, todos decidiram contribuir com a gestão do prefeito Gercino Caetano Rosa renunciando de seus cargos.

Estão fora do staff da administração a partir de hoje (14.09.2015) a Secretária Municipal de Administração, Adelcimeire Bispo Sirqueira – Neca, o Secretário de Turismo e Meio Ambiente, Valteri Araújo – Valtinho, o Secretário de Limpeza Urbana e Iluminação Pública, Pedro Breitenbach, Secretário de Agricultura, Benedito Bueno da Silva – Ditinho e o Secretário Municipal de Esporte, Cerisvaldo Brito.

A Secretária de Assistência Social e primeira dama do município Mirian Abreu da Silva Caetano continua no cargo, porém abriu mão do próprio salário. Além dos secretários, participou da reunião o Assessor de Imprensa, Marketing e Cerimonial, Edivaldo Moreira que também deixa a administração municipal.

Gercino anunciou também que o vice-prefeito abriu mão do salário que recebe para atender a necessidade do momento.

Outras medidas estão sendo tomadas pelo o prefeito, como o fim do contrato de aluguel do prédio onde hoje funciona a Secretaria de Assistência Social e exoneração de várias chefias de divisões. Plantões e sobreavisos dos médicos também fazem parte do rol de medidas já tomadas neste primeiro momento.

Além destas, outras medidas estão sendo estudadas com o intuito de enquadrar o município dentro da nova realidade econômica em que o país se encontra.

Edivaldo Moreira – Assessoria de Imprensa

ARAGUAIA

SISTEMA FAMATO EMITE NOTA SOBRE MORTE DE EX-PREFEITO.

11092015041651

O Sistema Famato informa, com pesar, o falecimento do presidente do Sindicato Rural de Ribeirão Cascalheira e ex-prefeito do município, Adário Carneiro Filho, ocorrido na manhã desta sexta-feira (11/09).

Adário estava em seu segundo mandato no sindicato. O primeiro foi de 25/09/2006 a 25/06/2009 e o segundo começou em 21/10/2013 e terminaria em 21/10/2016. Ele deixa a esposa e dois filhos.

O velório será a partir das 19h de hoje, na igreja Assembleia de Deus Madureira. O sepultamento será sábado (12/09), às 16h, no cemitério local.

Aos familiares, amigos e colegas de trabalho nossas sinceras condolências.

SISTEMA FAMATO

ARAGUAIA

# A R A G U A I A: DEMARCAÇÕES DEBATIDA EM AUDIÊNCIA PÚBLICA.

União nega falta de díalogo; Autoridades exigem participação no GT.

SONY DSC

Respostas claras. Esta foi a tônica da Audiência Pública realizada pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso nesta segunda-feira, 17.08, para debater os efeitos da Portaria 294/14 que declarou de interesse público da União uma área de 1,6 milhão de hectares, afetando nove municípios entre os estados de Mato Grosso e Tocantins. Apesar de revogada em 02 de fevereiro deste ano, e mesmo sob a orientação de se constituir um grupo de trabalho para tratativa com as comunidades, o processo não avançou.

A falta de dialogo entre a Secretaria do Patrimônio da União (SPU) e os estados envolvidos culminou em uma avalanche de incertezas. A insegurança jurídica causada por temores de uma possível demarcação sumaria das terras em área indígena, não só repeliu o interesse financeiro de grandes investidores na região Araguaia, como causou pânico entre as famílias e pequenos produtores, que forçosamente relembraram a expulsão de centenas de famílias no trágico processo de desintrusão da reserva Marawatsede, em 2012.

O superintendente Regional da SPU Wilmar Schrader rebateu as criticas, afirmando que o objetivo da União é promover estudos para identificação dos ocupantes da área, e repeliu boatos quanto a expulsão de moradores para ampliação de áreas indígenas. “A criação do grupo de trabalho consiste em estudo para confirmação dos ocupantes, não queremos desalojar ninguém, terrorismo não leva a nada, a União irá respeitar os títulos expedidos pelo Intermat e pelo INCRA, e ressalto o conflito que existe no Araguaia não foi criado pela SPU, precisamos estabelecer um dialogo sóbrio e sem acusações”, frisou Schrader.

Apesar da negativa do superintendente, a demarcação dos terrenos sujeitos a inundações do rio Araguaia sem previa discussão e com base tão somente em imagens de satélite parece reforçar a falta de comunicação, deixando sob suspeita o interesse da União.

Segundo o coordenador geral da SPU Fernando Campagnoli a área fora delimita a partir do levantamento computadorizado dos limites, que posteriormente serão checados in loco pela Comissão Interna de Demarcação. “Nossa comissão é formada por topógrafos que podem ser apoiados pelos técnicos e órgãos regionais, mas a homologação e analise final cabe à SPU, quero reforçar que não haverá despejos, não estamos ameaçando famílias ou produtores, a SPU possui mecanismos para garantir a permanência dessas famílias desde que comprovada a ocupação de boa fé e o manejo da área, nós podemos substituir os títulos de posse por exemplo, por termos de direito de uso, admitindo inclusive a venda de áreas, claro que teremos os devidos cuidados com a preservação ambiental, e essas pessoas podem inclusive atuar como guardiões desses espaços, queremos reconhecer juridicamente aqueles que lá estão, e promover a segurança jurídica e o ordenamento territorial”, pontuou Campagnoli. O coordenador frisou ainda sobre a necessidade de revisão dos títulos expedidos pelo Intermat na região.

Estão na área de abrangência da portaria os municípios de Luciara, Canabrava do Norte, Novo Santo Antônio, Porto Alegre do Norte, Santa Terezinha e São Félix do Araguaia em Mato Grosso, e Formoso do Araguaia, Lagoa da Confusão, Santa Rita do Tocantins, Dueré e Pium, no Tocantins.

“Nós podemos errar com o Araguaia como erramos com a Suiá Missú, tivemos a oportunidade da permuta com pela área do Parque Estadual do Araguaia, se tivéssemos agido com menos intransigência teríamos evitado aquela barbárie; agora somos novamente tomados pela perplexidade ao ver a SPU sem estudo e sem debate travar o desenvolvimento da região, inibindo investidores que estavam preparados pela aplicar recursos e gerar empregos, se o debate é franco e aberto não há o que temer, precisamos sim envolver a Famato, a Assembleia, e o Governo do Estado no grupo de trabalho, quero aproveitar para desmistificar algumas falas levianas de que no Araguaia existem índios mortos pelos brancos, devemos respeito aos nossos indígenas, diferente do que a FUNAI pensa, índio precisa de saúde, estrada, energia, saúde e não da ampliação de áreas, precisamos combater o alcoolismo, a disseminação da droga e da AIDS nas aldeias isso é dignidade”, categorizou o deputado Baiano Filho.

O secretário de Estado de Articulação e Desenvolvimento Regional Eduardo Moura reafirmou de maneira contundente a postura do Governo do Estado em defesa não apenas do território matogrossense, mas principalmente dos interesses das famílias que aqui produzem e garantem a pujança do estado. “O Governo não ficará passivo deixando que a SPU faça o que quiser das terras de Mato Grosso, estamos fazendo um profundo estudo sobre o bioma Amazônia no qual está inserido o Araguaia, e estamos fazendo isso com muito dialogo, não estamos trabalhando para fazer o que o estado quer, mas o que povo precisa, e cobro essa mesma postura do Governo Federal, já questionamos a FUNAI sobre as áreas de interesse da União e não obtivemos respostas, mas acima disso, continuamos trabalhando para quem quer produzir, nos preocupamos com os irmãos-índios, e nos preocupa muito essa política da União em dar terras sem condição, fingindo que se preocupa com a dignidade dos indígenas, precisamos ter critério e dentro da legalidade vamos defender um estado de tranquilidade jurídica, sem ideologias, e para tanto o governo do estado está rediscutindo as políticas indígenas hoje vigentes, porque como enfatiza o governador, nenhum matogrossense será deixado para trás, convoque o estado, estamos prontos a contribuir”, definiu Moura.

“Nos últimos tempos temos assistido cenas desastrosas envolvendo a luta pela terra, aqui nessa mesma casa de leis, durante audiência pública presenciamos a prisão de um produtor do Terra Legal pela policia federal; tivemos o episodio da Suiá Missú, montamos uma comissão, fomos ao Araguaia, oferecemos uma área ao lado em permuta o que não foi aceito, faltou bom senso e acabamos protagonizando o desastre da Suiá por pura intransigência, respeitamos sim a Constituição Federal, mas ela precisa respeitar as condições e os arranjos reais dos dias de hoje”, categorizou o deputado Federal Ezequiel Fonseca.

 As discussões foram promovidas pela Comissão de Regularização Fundiária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, por convocação de seus membros os deputados Baiano Filho e Mauro Savi. Também participaram das discussões o senador Wellington Fagundes, os deputados Estaduais Dilmar Dal Bosco, Janaina Riva e Nininho; os deputados Federais Fabio Garcia, Ezequiel Fonseca e Victótio Galli, superintendente Regional da SPU Wilmar Schrader, coordenador geral da SPU Fernando Campagnoli, o secretário de Estado de Articulação e Desenvolvimento Regional Eduardo Moura, o presidente do Sistema Famato Rui Prado, o procurador da República em Barra do Garças Wilson Rocha, e os prefeitos de São Félix do Araguaia José Antonio de Almeida,  de Porto Alegre do Norte Emival Gomes de Freitas, de Confresa Gaspar Domingos Lazari, de Alto Boa Vista Leuzipe Domingues Gonçalves, de Canabrava do Norte Valdez Viana Nunes, de Luciara Fausto Aquino de Azambuja Filho, e de Novo Santo Antônio Eduardo Penno, entre vereadores, empresários, indígenas representantes da etnia Canelas, e demais participantes.

ARAGUAIA

TAQUES NO ARAGUAIA.

Governador visita nove municípios do Vale do Araguaia.

f4e75cb4e870502b221712224141645d

Entre os dias 10 e 11 de agosto, o governador Pedro Taques visitará nove municípios da região do Vale do Araguaia para ouvir os moradores e participar de uma série de atos públicos, reuniões com as lideranças locais e inauguração de obras. As visitas fazem parte do programa Transforma Mato Grosso, que prevê mais de três mil ações em todas as áreas do governo até o fim de 2015. 

Nesta segunda-feira (10.08), a comitiva participa de um ato público no município de Araguaiana (a 574 km de Cuiabá). Em seguida, o grupo segue para o município de General Carneiro para receber as demandas dos moradores. 

Após o almoço, a caravana se desloca para Barra do Garças (a 508 km da Capital) para reabrir o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e participar do lançamento de projetos de incentivo ao turismo da região. Leia mais aqui.

No início da noite desta segunda-feira a equipe participa de outro ato público, dessa vez em Pontal do Araguaia (a 524 km de Cuiabá), também para ouvir as demandas da população. 

Na terça-feira (11.08), logo pela manhã, o governador estará em Torixoréu (a 577 km da Capital) para inaugurar uma Unidade Básica de Saúde. Após o ato, o grupo vai se reunir com as lideranças locais a fim de tomar decisões estratégicas para o município. 

Já no final da manhã, Taques visitará a Escola Estadual Alexandre Leite, no município de Ribeirãozinho (a 490 km de Cuiabá), onde realizará um ato público para dialogar com os moradores. 

Durante a tarde, a equipe do governo seguirá para Ponte Branca (a 483 km da Capital). Lá Taques vai fazer uma visita aos alunos e professores da Escola Estadual Domingos Sávio e participar de uma reunião local. 

Por fim, a caravana encerra em Araguainha (a 452 km de Cuiabá) esta etapa de ações de debates com a população do interior de Mato Grosso.

GUSTAVO NASCIMENTO
Redação/ Gcom-MT

ARAGUAIA

ASSOCIADO DE CANARANA RECEBE PRÊMIO.

Associado Sicredi Araxingu ganha 50 mil reais em sorteio de seguro de vida

O motorista de 35 anos associou-se há 3 meses na cooperativa

Premiado

Fazer uma pequena reforma na casa, trocar o carro e ainda viajar para a Bahia. Esse é o destino dos 50 mil reais que o associado da Sicredi Araxingu, em Canarana, Jose Wellington Moreira Menezes vai dar ao prêmio que ganhou ao contratar um seguro de vida na Sicredi Araxingu. No dia 27 de junho através de sorteio da Loteria Federal, Jose Welligton que é conhecido como Baiano foi agraciado com o prêmio. Incentivado pela empresária Vali Fulber Caumo, o motorista resolveu contratar o serviço: “como trabalho num caminhão grande, minha patroa sugeriu que eu fizesse um seguro de vida. Então abri uma conta na Sicredi e fiz ”, explica. Associado há apenas três meses, o motorista conta que nunca tinha ganhado nada e foi surpreendido pela notícia: “até hoje não tinha ganhado nem rifa e quando me ligaram para contar não acreditei”, brinca ele.

De acordo com a Gerente de Negócios da Sicredi Lucelia Borges Ignacio, em abril ele procurou a cooperativa para contratar o seguro. “Conforme os benefícios da solução financeira ele optou pelo Seguro Mais em Vida. Proteção, tranquilidade, garantia, segurança e ainda o direito a um número da sorte para concorrer aos 50 mil reais”, afirma Lucelia. Segundo a gerente, José estava satisfeito com o produto que adquiriu e ele confirma: “abri uma conta, fiz um cartão de crédito, já tinha resolvido o que precisava. E para melhorar veio o dinheiro. Agora vou ver minha família em Salvador e fazer algumas coisas que não teria condições tão cedo”, comemora.

 

Seguro Mais em Vida

 

Aproveite a vida com tranquilidade ao lado de quem você mais ama. Com o Sicredi Seguro Mais em Vida você se protege contra imprevistos, além de contar com benefícios e serviços de assistência. Este seguro pode ser contratado por pessoas com idade entre 14 e 65 anos. Você pode contar com benefícios como assistência em viagem nacional e internacional, assistência funeral, segunda opinião medica internacional em casos de doenças graves e, ainda, concorrer até R$ 50.000,00 em quatro sorteios mensais. Além de várias coberturas para o titular e os familiares. Procure sua Unidade de Atendimento para contratar o Sicredi Seguro Mais em Vida.

ARAGUAIA

NOVO PRESIDENTE DO PSB-MT VISITA A REGIÃO.

Fabio Garcia percorre Araguaia para fortalecer o PSB.

Redação do GD.

15089797915_d93fc51241_z

O deputado federal Fabio Garcia (PSB) começou nesta quinta-feira (16) uma visita pela região do Araguaia e pretende percorrer 10 cidades em 6 dias para levantar quais são as prioridades dos municípios daquela região. A maratona termina na próxima terça-feira (21).

Prestes a assumir a presidência do Partido Socialista Brasileiro (PSB) em Mato Grosso, Fabio Garcia revela que a visitação também tem o intuito de fortalecer a sigla no Araguaia. “Nessas andanças, quero chegar aos lugares mais distantes do estado e saber quais as suas necessidades, seja no âmbito social, seja no âmbito político”, disse.

A primeira parada aconteceu na noite desta quinta, em reunião em Pontal do Araguaia reunião com líderes políticos, entre eles o vice-prefeito Valmir Farias – o município fica a 560 km de Cuiabá. Já em Barra do Garças (a 550 km de Cuiabá), Fabio Garcia esteve com o prefeito Beto Farias (PSD) – sempre acompanhado do correligionário ex-deputado Cândido Teles, militantes, imprensa e população em geral.

Nesta sexta-feira (17), os encontros ainda se estendem aos municípios de Nova Xavantina (a 594 km) e São Félix do Araguaia, (a 1.159 km da Capital); dentre outros compromissos, o deputado participará da abertura oficial do Festival de Praia da cidade, com o prefeito Sávio, do PSB. Amanhã (18), a comitiva chega em Canabrava do Norte e São José do Xingu, distantes 1.132 km e 1.032 km, respectivamente, de Cuiabá.

No domingo (19), Fabio Garcia estará em reunião ampliada em Vila Rica (1.320 km) e no período vespertino se reúne com os representantes da Apae em Confresa (1.180 km de Cuiabá). Segunda-feira (20), a reuniões com líderes políticos, população e imprensa acontecerão em Ribeirão Cascalheira, cuja distância da Capital é de 900 km. Na terça-feira (21), será a vez de Canarana (633 km).

Ao final das visitas, a comitiva terá percorrido mais de 3.000 km, visto que o percurso se iniciou em Brasília (DF). Fabio Garcia aproveita o recesso da Câmara dos Deputados para fazer a maratona e adianta que ainda pretende visitar as regiões Sudoeste, Médio-Norte e Baixada Cuiabana. (Com assessoria)

ARAGUAIA

ARAGUAIA É PRIORIDADE AFIRMA TAQUES EM PORTO ALEGRE DO NORTE.

THIAGO ANDRADE
Redação/Gcom-MT
5b14d0471ea2c1f397d920319519c56b
Porto Alegre do Norte – O governador Pedro Taques afirmou nesta quinta-feira (30.04) durante a 7° Dinâmica de Empreendimento e Empreendedores de Porto Alegre do Norte que a atual gestão tem um forte compromisso com a região do Araguaia. Para ressaltar a importância da região, Taques escolheu o secretário Eduardo Moura, morador do Araguaia, para comandar o Gabinete de Desenvolvimento Regional.

Segundo o governador, há a necessidade de avançar para realizar as mudanças necessárias. “Aqui nós produziremos muito e precisamos de obras estruturantes para garantir esse crescimento”, disse Taques.

Um dos gargalos da região é quanto a comunicação. Para resolver de vez o problema, Taques anunciou que o Estado já trabalha na elaboração de um projeto que conceda isenção fiscal para as empresas de telefonia e internet que investirem na expansão da rede no Araguaia.

O governador destacou que no ano passado passou 14 dias conhecendo a realidade local de cada cidade do Araguaia e, na oportunidade, sentiu de perto como a falta as dificuldades em comunicação atrapalha a vida de quem mora na região. “Precisamos solucionar essa questão. Não é justo, por exemplo, que uma cidade do porte de Porto Alegre do Norte tenha apenas uma operadora de telefonia, isso tem que mudar e trabalhamos firmemente para que ocorra”, disse.

Em passagem pela cidade Taques falou também sobre a importância do programa Pró Estradas, que, segundo ele, deve recuperar 700 quilômetros de rodovias estaduais ainda neste ano. “Estamos fazendo o que outros não fizeram. Essas realizações só são possíveis graças ao empenho dos nossos secretários. Quero parabenizar o secretário Marcelo Duarte (Sinfra) pelo desempenho no comando deste programa”, discursou.

O vice-governador Carlos Fávaro ressaltou a necessidade de um olhar diferenciado aos municípios do Araguaia. “Nos não vamos tirar as desigualdades tratando todos iguais. Precisamos tratar diferente aqueles que estão um passo atrás”, destacou.

Fávaro argumentou que por isso Eduardo Moura foi escolhido para ser o secretário de Desevolvimento Regional. “Ele é da região do Araguaia e tem a função de trazer as demandas para o governo para possamos trabalhar na resolução das questões que atrapalham o desenvolvimento”.