INFRAESTRUTURA

AGENDA LOTADA DO GOVERNADOR CONTEMPLA O ARAGUAIA.

TAQUES

Confira a agenda do governador Pedro Taques para esta semana. Entre as atividades do chefe do Poder Executivo Estadual está a vistoria de obras de pavimentação.

Segunda-feira (31.07) ALTO ARAGUAIA

O governador desembarca com sua comitiva no município de Alto Araguaia, onde haverá um ato político. Depois, segue para a AABB – Alto Araguaia para um almoço. No começo da tarde, o governador visita o prédio do posto do Corpo de Bombeiros anexo ao terminal rodoviário do município e em seguida vistoria obras de pavimentação de 46 quilômetros da rodovia MT-100, que liga Alta Araguaia à Araguainha.

Após a vistoria, o governador segue para o município de Alto Graças, onde às 16h lança obras de infraestrutura no município, no Centro de Convivência da 3ª Idade, acompanhado pelo secretário Marcelo Duarte. Às 19h, entrega 87 cartões do Pró-Família, no salão da Igreja Luterana. Em seguida, participa de um jantar no CTG, às 21h.

Terça-feira (01.08) ARAGUAINHA E PONTE BRANCA, RIBERÃOZINHO E TORIXORÉU

O governador inicia suas atividades às 08h, com a chegada ao município de Araguainha e a vistoria na obra da Rodovia MT-100. Em seguida, faz entrega de Cartões Pró Família, no CRAS, acompanhado pelos secretários Marcelo Duarte e Max Russi. Após a cerimônia, o governador parte para o município de Ponte Branca, onde inaugura a pavimentação de 46 quilômetros da rodovia MT-100 que liga os municípios de Ponte Branca e Ribeirãozinho.

Às 12h, o governador almoça no Salão da Associação de Jogos e depois segue para o município de Ribeirãozinho, onde continua a vistoria das obras da MT-100. Às 14h15, cede entrevista à rádio Terra, de Ribeirãozinho. Às 15h, entrega cartões Pró-Família, no Salão Paroquial. Logo após, segue viagem para o município de Torixoréu, onde vistoria a pavimentação das avenidas do município, entrega 50 Títulos de Regularização Fundiária e contempla 25 famílias com o cartão Pró-Família. No começo da noite, o governador viaja para Barra do Garças e finaliza sua agenda em um jantar na fazenda do Deputado Adalto de Freitas.

Quarta-feira (02.08) BARRA DO GARÇAS E CAMPINÁPOLIS, XAVANTINA E BARRA.

A agenda da quarta-feira começa às 08h com a chegada do governador e comitiva ao município de Novo São Joaquim, onde continua a vistoria das obras na MT-100, e entrega cartões Pró-Família. Às 11h, o grupo chega a Campinápolis para obras de infraestrutura e almoço no Sindicato Rural.

No começo da tarde, às 14h, a equipe chega ao município de Nova Xavantina, onde lança obras de infraestrutura e inaugura um laboratório da Unemat/Secitec. Às 16h, entrega 100 títulos de regularização fundiária e então retorna para Barra do Garças, onde participa da solenidade de entrega de títulos de cidadão barra-garcense, na Câmara Municipal.

Quinta-feira (03.08) BARRA DO GARÇAS E MS

O dia começa com vistoria às obras do Centro de Eventos e após. Depois, Taques segue para a Caravana da Transformação, onde se reúne com representantes das pessoas com deficiência e com a Segurança Pública-GGI. Após o almoço, às 14h, faz a entrega de títulos de regularização fundiária urbana. Às 16h, segue viagem para Campo Grande, onde participa do Fórum dos Governadores do Brasil Central.

Sexta-feira (04.08) BARRA DO GARÇAS

Na sexta-feira, o governador Pedro Taques e sua comitiva retornam à Barra do Garças para encontro com prefeitos da região, às 15h30. No final da tarde, às 18h, serão entregues 565 Cartões Família. Às 19h, o governador se encontra com líderes religiosos e às 20h, faz encontro com a imprensa local. A agenda do dia termina com um jantar Trade Turístico às 21h.

Sábado (05.08) ALTO TAQUARI E CUIABÁ.

Às 07h30, o governador inicia o dia no Café da Roça e segue para visita à Caravana da Transformação, onde participa de ato solene às 10h. Ao 12h, a equipe almoça para em seguida, partir para o município de Alto Taquari, com chegada prevista para as 14h. A última atividade deste sábado será a inauguração da Escola Estadual Denis Manerich de Oliveira, em Alto Taquari, às 14h30. Após o evento, a comitiva segue viagem de volta para Cuiabá.

INFRAESTRUTURA

GOIÁS E MATO GROSSO UNIDOS PELA PONTE QUE PODE CHAMAR DANTE DE OLIVEIRA.

cropped-pontetaquesxmarconi.jpg

Na inauguração realizada neste sábado (29.07) da ponte de 577 metros sobre o Rio Araguaia, em Cocalinho, na divisa de Mato Grosso e Goiás, o governador Pedro Taques apresentou detalhes de uma série de ações voltadas para melhorar a infraestrutura da região.

Taques afirmou que serão construídas 220 pontes de concreto, que substituírão as antigas de madeira. As obras fazem parte do programa Pró-Estradas, com valor estimado em R$ 470 milhões.

“Estamos trabalhando por todo nosso Estado. Vamos executar este que é o maior investimento já feito na história para construção de pontes de concreto”, afirmou o governador. Em seu discurso, Taques destacou a parceria com o governador Marconi Perillo para a conclusão da obra da ponte.

Resultado de Parceria Público-Privada, a ponte entre os municípios de Aruanã (GO) e Cocalinho (MT) será uma importante via para o escoamento de grãos e carne do estado de Mato Grosso.

O governador Perillo confirmou que a será encaminhado um projeto para Assembleia Legislativa de Goiás indicando o nome do ex-governador Dante Martins de Oliveira (falecido), para batizar a ponte. “Faço essa indicação para homenagear o Dante, que em 1999 lançou comigo a construção desta ponte”, disse.

WhatsApp Image 2017-07-29 at 13.08.13

FONTE: SINFRA.

INFRAESTRUTURA

EM AUDIÊNCIA DA BR 242 GOVERNADOR ANUNCIA COMITIVA EM BRASÍLIA DIA 8 E 9 DE AGOSTO.

FERNANDO GORGEN, JOÃO PIZZI E VEREADOR VAVÁ PRESENTES EM NOVA UBIRATÃ.
20527202_857852554362742_1552159590_n

O governador Pedro Taques e o vice-governador Carlos Fávaro participaram, esta tarde, de audiência pública em Nova Ubiratã (190 km de Sinop) para reforçar a mobilização política e cobrar do governo federal recursos para pavimentar um trecho da BR-242 (leste-oeste). Taques disse para lideranças regionais que articulou uma reunião com o presidente Michel Temer, na segunda semana de agosto e, durante a audiência, ligou para o ministro de Relações Institucionais do Governo Federal, Antônio Imbassahy, que marcou uma reunião para os dias 8 e 9, para tratar da retomada das obras entre Santiago do Norte e Querência. Segundo o ministro, a ideia do presidente é que as obras sejam liberadas.

A rodovia liga os municípios de Brasnorte, Itanhangá, Ipiranga do Norte, Sorriso, Distrito de Caravagio, Nova Ubiratã, Distrito de Santiago do Norte, Gaúcha do Norte e Querência e a pavimentação vai beneficiar o escoamento da produção de 30 municípios mato-grossenses. “O Governo de Mato Grosso estará junto com todos pela conclusão da BR-242, contem conosco. Vamos trabalhar muito para que essa rodovia se torne uma realidade. Conversei com o presidente Temer e ele disse que vai nos atender, juntamente com os ministros dos Transportes e do Meio Ambiente, para que os problemas desta obra sejam resolvidos”, disse o governador. Taques destacou que a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) tem feito licenciamento em tempo recorde e disse esperar a mesma agilidade do Governo Federal. “Não é possível que uma licença ambiental demore 10 anos para ser liberada”, ressaltou.

20526562_857852627696068_1606437570_n

FOTOS: ASSESSORIA – TEXTO SÓNOTÍCIAS.

INFRAESTRUTURA

UMA PONTE UNE GOIÁS AO MATO GROSSO.

Ponte de Cocalinho

Uma ponte de 577 metros localizada na região do Araguaia, na divisa dos estados de Mato Grosso e Goiás, será inaugurada no sábado (29.07), às 10h30. Estão confirmadas as presenças dos governadores Pedro Taques (MT) e Marconi Perillo (GO).

Resultado de Parceria Público-Privada, a ponte entre os municípios de Aruanã (GO) e Cocalinho (MT) será uma importante via para o escoamento de grãos e carne do estado de Mato Grosso.

A ponte é um sonho antigo da região do Araguaia que dependia de balsas, que faziam a travessia somente nos horários de pico. Para construção da ponte foram investidos cerca de R$ 32,2 milhões. Conhecida como Ponte do Cocalinho, ela é a de maior vão livre já construída entre os estados, possuindo um vão central de 150 metros.

Com elevação de 50 metros da linha d’água, a ponte do Cocalinho possibilita a navegação comercial neste trecho do rio durante todo o ano. Ela possui 577 metros de comprimento, mais o encabeçamento de 800 metros de aterro do lado goiano, e 350 metros do lado mato-grossense. Representa a união dos estados como parte do projeto de integração dos estados do Brasil Central.

A Sinfra também pavimenta 41 km da MT-326, que liga Cocalinho até a divisa de Mato Grosso e Goiás. São investidos R$ 61,1 milhões para esta obra que tem previsão para ser concluída no primeiro semestre de 2018.

A pavimentação da MT-326 faz parte do Programa Pró-Estradas, em que o Governo do Estado já contabiliza 1.800 km de asfalto, considerando as obras de construção e reconstrução de rodovias.

FONTE: SINFRA.

INFRAESTRUTURA

PEDRO TAQUES EM QUERÊNCIA INAUGURA AEROPORTO MUNICIPAL.

TAQUES

O governador Pedro Taques irá inaugurar, nesta sexta-feira (21.07), às 16h30, o Aeroporto Municipal de Querência (927 km a Nordeste de Cuiabá). Localizada em uma região importante para o agronegócio, a unidade passa a contar com uma pista de pouso e decolagem pavimentada, além de uma cerca operacional para dar mais segurança aos usuários e operações diárias.

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT) elaborou um novo projeto para readequação e reestruturação do aeroporto. Nele, constam o balizamento, pavimentação da pista e a construção de cerca operacional padrão. O objetivo é modernizar a unidade e preparar para o aumento de uma futura demanda.

As obras fazem parte de um convênio de R$ 758 mil, firmado entre o Governo de Mato Grosso, por meio da Sinfra, e o Executivo Municipal. Foram investidos R$ 7,7 milhões para a readequação do aeroporto.

O trabalho segue rigorosamente as legislações aeronáuticas pertinentes, conforme prerrogativas da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e do Departamento de Controle de Tráfego Aéreo (DECEA).

INFRAESTRUTURA

FERROVIA TRANSOCEÂNICA DEVE SER DEBATIDA POR ENTES INTERESSADOS NO MT.

 

DURCY ARÉVALO
Assessoria/Vice-Governadoria

O vice-governador Carlos Fávaro e o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado estadual Guilherme Maluf, debateram na manhã de terça-feira (19.05), no Palácio Paiaguás, a construção de uma pauta que envolva todos os entes interessados na implantação da ferrovia Transoceânica, pensada para facilitar o escoamento de grãos, entre outros produtos, da região Centro-Oeste do Brasil até o Oceano Pacífico.

A intenção é que a primeira audiência ocorra no final de junho. “O vice-governador vai fazer essa articulação política com o estado e nós vamos ao governo federal também entender quem vai comandar esse projeto aqui para Mato Grosso”, destacou Maluf.

Conforme o vice-governador, a obra deve trazer competitividade para Mato Grosso, uma vez que o Estado tem a China como principal comprador da soja produzida em solo mato-grossense e perde com a falta de infraestrutura.

Atualmente Mato Grosso é responsável por 31% da produção da soja brasileira, de acordo com dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

Maluf afirma que a intenção é construir uma agenda com o setor produtivo e governo do Estado junto ao governo federal para se inserirem na discussão e se organizarem. Tendo em vista as demandas regionais como os estudos de licenças ambientais, diante de uma forte disposição do governo federal em trazer essa obra estruturante para Mato Grosso.

“Tanto o Estado quando o Poder Legislativo precisam entender deste traçado e discutir com os produtores. Queremos participar dessa discussão para a construção desse projeto que acreditamos ser muito importante para o nosso Estado”, destacou o presidente da ALMT.

A construção dessa ferrovia, que mudaria o mapa do sistema logístico internacional, é visto pelo vice-governador de forma positiva para Mato Groso, uma vez que o mundo inteiro usa modal ferroviário e o Estado possui uma das piores infraestruturas logística do mundo.

“Nós precisamos discutir os novos modais, o mundo inteiro utiliza o modal ferroviário e o hidroviário e o Brasil fica ainda apenas fazendo obras rodoviárias. Com a construção dessa ferrovia Transoceânica – empreendimento que podemos contar com recursos de fundos internacionais – Mato Grosso não pode ficar ausente dessa discussão”, disse Fávaro.

Ele ressalta ainda que Mato Grosso vai entrar no debate mostrando a potencialidade e que isso certamente vai expor a viabilidade econômica dessa nova obra para tratar da questão de licenciamento e infraestrutura.

“Vamos ajudar a conduzir esse trabalho, vamos envolver o setor produtivo, as entidades de classes que têm interesse no desenvolvimento dessa ferrovia e também o governo do Estado, os órgãos competentes, todos os agentes em prol desse projeto”, comentou Fávaro.

Ferrovia Transoceânica

A ferrovia será a primeira a ligar os oceanos Atlântico, no Brasil, e Pacífico, no Peru. A presidente Dilma Rousseff e o primeiro-ministro da China, Li Keqiang, anunciaram na terça-feira (19.05) que o Brasil, China e Peru deram início aos estudos de viabilidade para a construção da Transoceânica.

Pelo desenho original, a Transoceânica começa no Rio de Janeiro, passa por Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Rondônia e Acre e, de lá, segue para o Peru. A ferrovia – que cortará Mato Grosso de Leste a Oeste – está orçada em cerca de R$ 30 bilhões.

Além de ser um dos projetos-chave na integração sul-americana, essa logística é vista de forma estratégica para o barateamento do frete e redução do tempo de escoamento de grãos, permitindo que o Brasil exporte pelo Pacífico soja e minério de ferro, dois dos seus principais produtos no comércio com a China.