19 ANOS DE GAÚCHA DO NORTE.

Gaúcha do Norte comemora 19 anos de emancipação.

CARTAZ

Missa Sertaneja, jantar com boi no rolete, baile com Henrick e Rafael e corrida de motocross estão inclusas na programação

No dia 17 de novembro, o município de Gaúcha do Norte comemora 19 anos de emancipação político administrativa e realiza grandiosa festa para a população.

Com comemoração no sábado dia 15 de novembro, festividades iniciam com Missa Sertaneja ás 18 horas na Igreja Matriz, e logo após jantar com o tradicional boi no rolete seguido de baile com a dupla Henrick e Rafael, organização Prefeitura Municipal de Gaúcha do Norte.

“Todos os anos buscamos comemorar o aniversário do município promovendo um momento de lazer e confraternização aos munícipes que são os grandes responsáveis pelo contínuo desenvolvimento da cidade. Em 2013 foram 10 bois no rolete, para 2014 aumentamos para 12, devido o aumento da população que vem ocorrendo a cada ano”, apontou o prefeito Nilson F. Aléssio.

As festividades em prol dos 19 anos da cidade, continuam no domingo (16) com corrida de motocross e disputa de cinco categorias na 7ª etapa do Campeonato Regional Sul/MT. Com organização da equipe do campeonato juntamente com a Adrenalina Moto Clube, a etapa vai premiar os cinco primeiros colocados das categorias, Junior Master, Força Livre Nacional, MX3, MX2 e MX1.

ULTRAPASSAGEM PROIBIDA AGORA TEM MULTA DE R$ 1.915,40.

A partir de 1º de novembro, arriscar-se em ultrapassagens perigosas vai custar mais caro para motoristas que forem flagrados pela fiscalização. Nesta data, entra em vigor a Lei Federal que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Entre as onze mudanças no código, estão as que aumentam a multa para esse tipo de infração e ainda as que endurecem o valor imposto a motoristas que praticam rachas. Em 2013, foram registados 285.889 casos de infrações que sofrerão punição mais severa; em 2014, até agora, já foram 233.077.

No caso de ultrapassagem em que se força uma manobra perigosa com veículo vindo em sentido contrário, o valor da penalidade sobe em dez vezes: de R$ 191,54 passa para R$ 1.915,40. Já a multa para quem ultrapassar pelo acostamento sai dos R$ 127,69 cobrados atualmente para R$ 957,70, um alta de 650%. As ultrapassagens em local proibido também vão doer mais no bolso: a multa imposta para elas vai dos atuais R$ 191,54 para R$ 957,70.A mudança valerá ainda para infrações como ultrapassagem em subidas, curvas e locais sem visibilidade.

Já os “rachas”, se terminarem em acidente com morte, poderão levar o culpado a passar de cinco a 10 anos na prisão. Sem vítimas, se a prática for flagrada, pode terminar em uma pena de três anos de prisão para os motoristas e em multa mais cara: dos R$ 574,62 atuais, passará para R$ 1.915,40. Caso haja vítimas não fatais, a pena prevista no código modificado é de seis anos de prisão.

De acordo com o Denatran, as infrações, além de passíveis de cobranças mais caras, são consideradas gravíssimas e valem a retirada de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação. A nova lei prevê ainda que ultrapassagens perigosas e rachas custem aos motoristas envolvidos 12 meses sem o direito de dirigir. Já se o culpado for reincidente, o valor da multa dobra.

Em nota, o Denatran afirmou que “o objetivo das mudanças é aumentar a segurança dos motoristas, pedestres e das infraestruturas urbanas em uma combinação de medidas que inclui a cooperação nacional, a partilha de boas práticas, a realização de estudos de investigação, a organização de campanhas de sensibilização e a adoção de regulamentação”. No texto, o órgão diz ainda que pretende “incentivar os motoristas a conduzirem os veículos de forma segura”.

A Polícia Rodoviária Federal informou que, como os pardais não conseguem detectar detalhes além de excesso de velocidade, a fiscalização será feita “onde houver presença de agente de trânsito ou aparelhos de videomonitoramento”.

Especialistas consultados pelo GLOBO, entretanto, questionam se a lei será cumprida a longo prazo. Concordam, entretanto, que a curto prazo, vai coibir os motoristas na prática de ultrapassagens e rachas.

— A história do Brasil demonstrou em várias oportunidades que esse agravamento das penalidades ataca os sintomas e não ataca as causas — analisa o pesquisador da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais responsável pelo Mapa da Violência no Trânsito, Julio Jacobo — Todas as medidas e o proibições vão dar um resultado imediato, as taxas vão começar a cair, mas em pouco tempo vão aumentar de novo.

Para Jacobo, o agravamento das penas sem a melhoria das condições de fiscalização e campanhas educativas pelos órgãos competentes sinaliza uma transferência de responsabilidade total para os motoristas. Para ele, três grandes problemas acometem o sistema de trânsito no país: a falta de fiscalização adequada, de educação no trânsito e de leis que vão além das multas e não “responsabilizem só as vítimas” pelos acidentes.

Não se regula só com multa, se regula com educação, com fiscalização, com leis em que o poder público assuma as responsabilidades.

Já o engenheiro Fernando Diniz, fundador da ONG Trânsito Amigo, disse concordar com o aumento das multas, e acredita que na “fase inicial”, a regra será respeitada.

— Você pode ter todo e qualquer tipo de lei mais ampla e severa que seja, se não houver uma mudança de comportamento da sociedade como um todo você não vai conseguir cumprimento total da lei. As pessoas estão morrendo cada vez mais, estão se matando [no trânsito] — diz — No primeiro momento, todo mundo usava o cinto de segurança para não levar multa, e depois isso parou.

BR 158 REGISTRA MAIS UM GRAVE ACIDENTE EM CASCALHEIRA.

 DA REDAÇÃO.

A colisão frontal aconteceu às 15h30 a 5 km na saída norte de Ribeirão Cascalheira. O caminhão Ford F4000 da empresa Hig de Barra do Garças que presta serviços para a Cemat Rede e a Chevrolet S 10 da Sesai que presta serviços para a Saúde Indígena em São Félix do Araguaia.

 

No acidente morreu no local Pedro da Costa Bequiman de 62 anos natural de Deeré (TO), o passageiro Simão saiu ileso. O motorista da S10 Júlio César Silva de 36 anos residente em São Félix está internado no Hospital Regional de Água Boa, já o passageiro Oziel nada sofreu. (ÁGUA BOA NEWS).

Fotos enviadas por internauta pelo Whatsapp para o ÁguaBoaNews

 

 

 

 

MAGGI ACREDITA NUM SEGUNDO MANDATO MELHOR PARA DILMA.

28102014024506

Em pronunciamento feito nesta terça-feira (28.10), durante sessão da Comissão de Meio Ambiente do Senado Federal (CMA), da qual é presidente, o senador Blairo Maggi parabenizou a presidente Dilma Rousseff pela reeleição e disse acreditar que ela fará um segundo mandato melhor do que o primeiro.

“Em seu primeiro discurso a presidente reeleita pregou o diálogo como forma de fazer o País avançar, considero isso muito importante, principalmente em um momento em que o Brasil está dividido entre os que votaram em Dilma e os que não votaram”, afirmou Blairo.

Medida Provisória 651

Está no Senado Federal para apreciação terminativa, a Medida Provisória N° 651, de 9 de julho de 2014, que contém uma emenda do senador Cidinho Santos e visa zerar a alíquota da contribuição do PIS/PASEP e COFINS, devidas pelas empresas que prestam serviços de reforma de pneus usados.

“Defendo essa emenda principalmente pelas questões ambientais que serão favorecidas. Por gerar menos demanda por pneus novos, a reforma de pneus reduz a emissão de gases do efeito estufa proporcionando economia no consumo de petróleo, além de diminuir os custos com o transporte de cargas e passageiros”, salientou Maggi.

Segundo ele, a reforma de pneus também posterga a destinação final da carcaça, reduzindo os impactos ambientais. Maggi lembra que não é uma atividade poluidora e seus resíduos são reciclados por outras atividades, como fornos de cimenteiras, agregados à mistura e à composição para artefatos emborrachados, asfaltos ecológicos, etc.

“Além dos ganhos para o meio ambiente, é uma atividade que gera mais de 250 mil postos de trabalho, entre unidades reformadoras, vendedores, borracharias e fornecedores de matéria-prima.  O estímulo beneficiará toda a cadeia, cenário este, que movimento hoje quatro bilhões de reais por ano no Brasil”, ponderou o senador.

O prazo de validade da MP é até 6 de novembro e, se for aprovada pelo Plenário do Senado, segue direto para sanção ou veto da presidente Dilma. (Com assessoria),

ACIDENTE GRAVE NO INTERIOR DE SÃO PAULO MATA 11 ESTUDANTES.

Uma excursão terminou de forma trágica após uma colisão frontal no fim de noite desta segunda-feira (27), na rodovia Deputado Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304), em Ibitinga (90 quilômetros de Bauru). Ao menos 10 pessoas de Borborema, em sua maioria adolescentes, morreram.  Além das vítimas fatais, 30 pessoas ficaram feridas, sendo 16 graves e 14 leves.

Douglas Reis

Caminhão envolvido na colisão ficou totalmente destruído.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, o acidente aconteceu no quilômetro 368 mais 800 metros da via que liga Ibitinga a Borborema e envolveu um caminhão carregado com óleo vegetal e um ônibus fretado. Um grande incêndio tomou conta dos veículos e as vítimas fatais não conseguiram sair do coletivo a tempo de se salvar. Elas foram carbonizadas e o condutor ficou ferido em estado leve. Já o caminhoneiro encontra-se em estado grave.

Segundo informações da Polícia Militar Rodoviária de Itápolis, responsável por aquele trecho, por volta das 23h30 ela foi acionada para atender a ocorrência. O fretado seguia sentido Ibitinga-Borborema e o caminhão fazia o inverso.

Até por volta das 6h30 desta terça-feira (28), não se sabia quem invadiu a pista contrária, por conta da complexidade da situação, e tampouco a identidade das vítimas fatais. Apenas é sabido que o grupo, em sua maioria adolescentes de 13 a 17 anos, retornava de São Paulo.

Outros dois fretados faziam parte do comboio, mas estavam adiante. A informação chegou aos outros grupos somente quando estes chegaram no destino.

O Corpo de Bombeiros da cidade controlou as chamas enquanto viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) encaminhava sobreviventes aos Prontos-Socorros de Ibitinga e Borborema.

A Polícia Científica foi acionada para realizar a perícia no local.

Policiais e socorristas de Bauru e região prestam auxílio

De acordo com a Polícia Militar (PM) de Bauru, viaturas da PM e da Polícia Rodoviária da região permanecem alertas para se deslocar se necessário. Equipes de Bariri e outras cidades estiveram no apoio.

Já o Samu de Bauru enviou uma viatura para auxiliar no transporte das vítimas.

DILMA VENCE AÉCIO COM MAIS DE 3 MILHÕES DE VOTOS E VAI GOVERNAR MAIS 4 ANOS.

PESQUISAS ACERTAM NO SEGUNDO TURNO.

PERDER EM MINAS FOI DESASTRE PARA O TUCANO.

10301368_790971910956402_1997306347972250727_n

A presidenta Dilma Roussef foi eleita neste domingo no segundo turno das eleições. Sem os votos esperados em Minas Aécio perde sua primeira eleição presidencial.

ELEICAOOK

EM QUERÊNCIA DEU AÉCIO

QUERENCIASEGUNDO

VEJA A REPERCUSSÃO NO BRASIL E NO MUNDO.

FOLHA DE S.PAULO

FOLHA

ESTADO DE SÃO PAULO

GLOBO

VEJA

VEJA

ESTADÃO

ESTADO1

GRANMA – CUBA

CUBA

CLARIN – ARGENTINA

CLARIN